Fã de Kung Fu e da cultura chinesa, Anelka recusou proposta para jogar no Brasil

Anelka está feliz na China. (Foto: Getty Images).

O atacante francês Nicolas Anelka diz estar contente jogando pelo Shanghai Shenhua, da China. O jogador, que recebeu uma proposta de € 230 mil semanais, afirmou que o fato de ser um admirador da cultura chinesa foi importante tanto quanto o dinheiro. Anelka recebeu diversas propostas para jogar em outros países, mas a cultura da China e também por ser fã de Kung fu, pesou na hora da decisão.

“Eu vim à China para explorar. Abri a porta, como de costume. Recebi ofertas da Itália, Inglaterra, Brasil, países do Golfo e da China, que me atraiu porque eu sempre quis conhecer este continente. E como sou um fã de kung fu, Jackie Chan, Jet Li, Bruce Lee… para mim foi uma decisão lógica e financeira ” disse Anelka.

A revista  Le Parisien publicou uma matéria sobre Anelka, e na capa estava uma foto do atacante e o seguinte título: “O mercenário.” O atleta não gostou disso e afirmou que o dinheiro que recebe não é usado para comprar apenas artigos de luxo. Anelka disse ainda que suou muito para estar onde está e também que isso é comum no mundo do futebol.

“Se você não entende os enormes salários dos jogadores, é porque você não entende o negócio futebol. Todo mundo tem o que merece. Suei muito tempo para ganhar esse dinheiro. Não acredite que este dinheiro sirva apenas para comprar carros legais e bolsas Louis Vuitton. Tenho uma família grande e muitos amigos. Gosto de ajudar a todos. Além disso, o que mais me orgulho é ter comprado para os meus pais uma casa na ilha natal deles, Martinica.”

Recentemente, Anelka tem tido problemas com a imprensa, mas diz que já está acostumado com essa situação.

“Um homem sem inimigos é um homem sem valor. Ao longo da minha carreira, foi uma batalha constante contra a imprensa” concluiu.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Lucas Valim Schiavon