Ex-Chelsea, Adrian Mutu chama Mourinho de “falso” e afirma que treinador está acabado em Stamford Bridge

Mutu em seus tempos de Chelsea (Foto: Getty Archives)
Mutu em seus tempos de Chelsea (Foto: Getty Archives)

O atacante romeno Adrian Mutu foi considerado, no início de sua carreira, um promissor goleador, tendo chegado ao Chelsea em 2003 cercado de grandes expectativas. Contudo sua passagem foi mais curta do que o esperado, após o clube londrino romper seu contrato devido a um exame antidoping que constatou consumo de cocaína pelo atleta. Ao todo, Mutu disputou 38 partidas pelos Blues e marcou 10 gols, fazendo parte do início da campanha que deu a Premier League de 2004/2005.

A passagem pelo clube também foi marcada com discussões com José Mourinho, sendo que ambos chegaram a chamar um ao outro de “mentirosos” pela imprensa. Isto porque Mou afirmou que Mutu não poderia ser convocado pela Romênia pois estava machucado. Posteriormente, não tendo sido chamado para dois jogos de sua seleção, Mutu afirmou que não estava contundido e que Mou e sua direção técnica teria mentido pois queria que o atleta treinasse neste período para recuperar sua melhor forma.

Agora, em entrevista ao Daily Mail, o atacante, maior goleador da história da Romênia, fez fortes declarações contra Mourinho, tendo chamado o treinador inclusive de “falso” e “acabado”, além de acusar o português de brigar com grandes jogadores de seu elenco propositadamente, a fim de motivá-los:

“Ele pode ter sido um grande treinador no passado, mas como pessoa, ele é falso. Ele só se preocupa consigo mesmo, e não tem nenhuma consideração pela forma como os seus jogadores estão se sentindo ou pensando. Você não pode ir e falar com ele. Como treinador, ele está acabado. Não há caminho de volta para ele. Como você consegue se recuperar de um momento como este? Você pode ver como muitos de seus jogadores tem um olhar infeliz. Por quê? Ele é a razão. Ele não tem direito de falar com jogadores como ele faz. A primeira coisa que ele faz quando chega em um clube é que ele procura os melhores jogadores da equipe, e tenta irritá-los. Não importa se era John Terry, Frank Lampard, mas faz isso achando que está. Essa era a maneira que ele buscava motivar, e não acredito que ele possa mudar sua mentalidade.”

Mutu foi contratado por 23 milhões de euros, após grandes temporadas no Parma, e tinha um contrato de cinco anos com o Chelsea. Sua passagem terminou após pouco mais de 15 meses em Stamford Bridge, em outubro de 2004. Ele cumpriu suspensão até o final daquela temporada, apesar de ter assinado um contrato com a Juventus, que passou a defender na temporada seguinte, tendo vencido o Campeonato Italiano. Posteriormente jogou também por Fiorentina, por cinco temporadas, onde foi ídolo, além de Cesena; Ajaccio, da França; e mais recentemente Petrolul, da Índia.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Márcio Canedo