Entrevistas Pós-Jogo: Chelsea 1-4 Atlético de Madrid

Decepção Blue. (foto: PA)

Roberto Di Matteo
“Começamos devagar e tomamos dois gols em 20 minutos, depois disso dificultou muito as coisas. Eles começaram muito bem, e nós demos muito espaço, e não dá pra dar espaço a jogadores como o Falcão. Não chegamos nem a entrar no jogo, eles marcaram o primeiro com seis minutos, e com 20 nos encontramos com 2-0 contra no placar. Não voltamos para o jogo e esse foi o aspecto mais decepcionante. Tivemos alguma posse no primeiro tempo, mas faltou penetração. Ele recuaram um pouco depois dos gols e se fecharam, então ficou mais difícil ainda encontrar espaços.”

“Demos muito espaço, e em outros jogos conseguimos ser mais compactos, é o nosso tipo de jogo que é pra ser difícil de se bater, mas hoje isso definitivamente não foi o caso.”

Sobre o Falcão, “Nós sabíamos que ele é um do melhores atacantes na Europa, e ele confirmou isso hoje com o segundo gol, um golaço.”

Perguntado sobre o Sturridge, “ele é jogador nosso, entrou no segundo tempo, não tem o que se dizer. Nós temos dois atacantes e ele ficará conosco. Tem muita especulação, mas nem tudo é verdade. Estou feliz com o nosso elenco, temos uma boa base de jogares, e contratamos alguns jovens empolgantes e talentosos, pode levar um tempo para que se adaptem, mas estou feliz com o que temos.”

Gary Cahill
“Jogamos muito mal, quebramos total. Começamos o jogo bem desleixados, e continuamos assim o resto do jogo. Se formos honestos conosco mesmos, todos estavam abaixo da média hoje, e foi vergonhoso por vezes. Encaramos todos os jogos da mesma maneira. Hoje era um jogo grande e nos decepcionamos, deixamos passar uma grande oportunidade. é difícil. Obviamente vamos agora olhar pra frente e dar a volta por cima na Premier League, pois hoje foi inaceitável.”

Diego Simeone
“Estávamos jogando contra o campeão europeu – o time que eliminou o Barcelona nas semi finais e então o Bayern de Munique na final. Eles não contaram com a sorte hoje, mas nós tínhamos uma estratégia e os jogadores seguiram a risca, o que me enche de orgulho como técnico. Eles jogaram o jogo como eu imaginava. As coisas não acontecem no futebol como se escreve no papel, o que nos diz que tudo pode acontecer em um jogo. Fizemos o trabalho de casa e sabíamos como eles nos atacariam, então aprendemos como atacá-los. Quando um time segue uma idéia, o caminho a percorrer se torna mais fácil. Poderíamos ter marcado dois gols antes de abrirmos o placar, e o nosso primeiro tempo foi espetacular, fizemos um grande jogo.”

Sobre o Falcão, “Estou sem palavras, não tenho como descrever. O que o Radamel (Falcão) está fazendo é indescritível. Ele é o cara que, cada vez que você pôe um limite, ele ultrapassa. Ele tem uma dedicação acima do normal. Eu o conhece desde que ele era muito jovem, e ele sempre pede mais – pressão é a sua fonte de energia. Ele é um excelente jogador. Trabalha para melhorar todos os dias, e a motivação dele afeta o elenco todo. Espero que possamos contar com ele no Atlético por muito tempo. Amanhã as ruas de Madrid estarão cheias de pessoas comemorando, e isso me deixa muito feliz.”

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Mirelle Oncken