Entrevista com Juan Mata: Champions League, Eurocopa e Olimpíadas

Juan Mata: Bi-Campeão Europeu 2011/12
(Foto: London24.com)

Juan Mata está na história do Chelsea. Ele foi o camisa #10 e atuou na final da Champion League 2011/12 e falou, em entrevista ao site do clube, sobre aquela decisão dramática: “Foi uma explosão de sentimentos quando Didier bateu aquele penalti. O jogo estava louco. O Bayern de Munique marcou em torno dos  80 minutos, e com o escanteio final, o nosso único, Didier anotou o gol. Nós já tinha sofrido muito e estávamos tão cansado no final, mas era o destino. Esta equipa merecia a Liga dos Campeões”

Mata, que perdeu a primeira cobrança dos pênaltis alternados contra o Bayern na final, falou sobre o ocorrido: ”Mesmo após o meu penalti ser defendido, eu ainda acreditava em Petr Cech. Eu queria marcar, eu sempre gostei de assumir a responsabilidade em campo. Eu perdi, mas depois, Petr Cech voou como um anjo e salvou os mais importantes.”

Ser campeão, segundo Mata, alterou a forma como se sentia na seleção espanhola: “Olhando para trás, agora eramos campeões da Europa, quando Fernando Torres e eu fomos para a equipe nacional, para jogar a Eurocopa, nós já éramos pessoas diferentes, nos sentiamos fortes e mais altos. Era um sonho para o clube, e isso se tornou realidade. Nós somos a equipe que venceu a Liga dos Campeões pela primeira vez na história do Chelsea. Estamos todos tão contentes de fazer parte dela. “

Sobre a falta de descanso, proporcionado pelas convocações para a Eurocopa e para as olimpíadas, Juan Mata se diz tranquilo e feliz com a experiência adquirida: “Me sinto em forma e bem. Eu ainda sou jovem, e estou certo de que no próximo verão vou curtir umas férias mais longas. Não é problema para mim. É o que eu queria, jogar o máximo que eu pudesse e ganhar essas experiências na Eurocopa e nos Jogos Olímpicos. E dai se eu não tive muitas férias, eu não me senti muito cansado no final da temporada, o que me surpreendeu, porque era meu primeiro ano aqui, e é verdade que o futebol Inglês é mais difícil do futebol espanhol , fisicamente. Jogamos uma competição extra, a Taça da Liga, e este ano temos mais competições, seis troféus agora, mas eu ainda quero jogar o máximo que eu puder. “

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Luis Eyer