Di Matteo não está preocupado com seu futuro

O técnico interino Roberto Di Matteo vem logrando resultados convincentes até o momento. Em 15 partidas, perdeu uma única vez. O sucesso do interino já foi motivo para elogios de alguns dos principais jogadores do Chelsea, que apoiam sua permanência. Para Di Matteo, seu futuro não o preocupa.

O meu futuro nesta fase da temporada é irrelevante. O importante é o espírito do grupo, e todos nós estamos passando por um momento positivo, e vamos lutar para continuar em alta até o fim da temporada”, disse ele. E acrescentou: “É surpreendente que este grupo de jogadores têm respondido de forma tão positiva e tão bem as dificuldades que enfrentamos nesta temporada. Está mais do que provado de que esta é uma temporada difícil para nós, queremos terminar no top 4 da Premier League e temos duas finais para jogar e tentar vencê-las para terminar a temporada com enorme sucesso”.

Em relação ao próximo jogo, contra o Queens Park Rangers, a ser realizado no domingo, no Stamford Bridge, Di Matteo confirmou a ausência de alguns jogadores e ressaltou que, mesmo o QPR mal posicionado na tabela de classificação, a partida será muito difícil.

Gary Cahill e David – ambos lesionados – não estarão disponíveis para domingo”, disse. “Teremos de avaliar os dois e tratá-los para os próximos jogos”, comentou.

Ainda não poderemos contar o Branislav Ivanovic, portanto, escalarei uma equipe equilibrada e forte para conquistar os três pontos”, afirmou Di Matteo. Robbie ainda destacou que pensa jogo a jogo, e que jogar contra times que estão lutando pelo rebaixamento torna a missão mais complicada. “Nosso planejamento é jogo a jogo. Vamos tentar vencer no domingo para manter as esperanças de terminar no top 4. Vai ser um jogo difícil, e nós sabemos o quão difícil é enfrentar este tipo de adversário, haja vista contra o Wigan, aonde encontramos muitas dificuldades”, declarou.

No desfecho de sua entrevista ao Site Oficial do Chelsea, Di Matteo falou sobre o Bayern de Munique, adversário na final da Champions League, no dia 19 de maio.

Uma vez que você se qualifica para a final, você vai jogar contra uma forte equipe. O Bayern é uma equipe histórica, com uma grande tradição em competições européias, que vai jogar em sua terra natal, por isso vai ser tão difícil“, argumentou Di Matteo.

É um jogo único e entramos com a mesma chance. Se vai ser uma vantagem para eles (jogar em casa) só saberemos depois do jogo. Quando você define o estádio para a final, você não sabe quem vai estar lá, então é impossível saber de antemão, é apenas um pouco de uma coincidência”, destacou.

Eu me sinto decepcionado que todos esses jogadores vão perder a final por suspensão. Seria bom se ambas as equipes tivessem seus esquadrões inteiros disponíveis”, completou.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Romário Henderson