Derrota para o Chelsea não sai da cabeça de Ribéry

Ribéry disputa bola com Salomon Kalou, na final da última Liga dos Campeões (Foto: Getty Images).

Depois do argentino Lionel Messi, agora foi a vez do francês Franck Ribéry lamentar a derrota para o Chelsea na Liga dos Campeões da última temporada.

“Foi um jogo brutal, foi demais para a minha cabeça. Nunca na vida devíamos ter perdido”, declarou o meia-atacante ao Bild.

“Jogamos muito bem, tivemos várias oportunidades de gol e vencíamos por 1-0 a poucos minutos do fim. Depois permitimos o empate, Robben desperdiçou uma grande penalidade na prorrogação e tudo se decidiu na “loteria”. Não vou esquecer esse jogo enquanto for vivo”, completou o francês.

Sobre a temporada que está para começar, Ribéry disse que a Champions “continua sendo um sonho” dos bávaros, ainda que a conquista da Bundesliga seja a grande prioridade da equipe de Munique para esta temporada.

A final da última edição da UEFA Champions League foi disputada no dia 19 de maio, em Munique. Porém, o fator mando de campo não foi o suficiente para o Bayern conseguir o título que não conquista desde a temporada 2000/2001, quando os bávaros venceram o Valencia, nos pênaltis, por cinco a quatro, após o empate por um a um no tempo regulamentar.

A equipe alemã teve a chance de bater o Chelsea ao abrir o placar a doze minutos do fim da partida, com Thomas Müller; mas os Blues empataram cinco minutos depois, com o marfinense Didier Drogba, e venceram nos pênaltis, por quatro a três. Arjen Robben ainda teve a oportunidade de evitar as penalidades, mas o goleiro Petr Cech defendeu o pênalti cobrado pelo holandês no primeiro tempo da prorrogação.

Ribéry voltou a falar da derrota para os Blues, poucos dias após Lionel Messi fazer o mesmo, ao relembrar o pênalti perdido no segundo jogo da semifinal da competição, disputado no Camp Nou.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Patrick Monteiro