“Vamos dar o nosso melhor para obter o resultado”, afirma Guus Hiddink antes de duelo contra o Arsenal

Hiddink conversou com a imprensa hoje (22) (Foto: Chelsea FC)
Hiddink conversou com a imprensa hoje (22) (Foto: Chelsea FC)

Guus Hiddink concedeu coletiva de imprensa, hoje (22), e trouxe boas atualizações sobre o quadro de lesões do time. O técnico holandês comentou sobre o embate do Chelsea contra o Arsenal, no Emirates Stadium, no domingo (24) e afirmou que tanto Diego Costa quanto Eden Hazard estarão disponíveis para o derby.

“Ele (Hazard) foi bem preparado pelos fisioterapeutas até dois dias atrás, quando começou a participar de ações de formação. Ontem e hoje ele esteve em pleno compromisso com o primeiro treinamento da equipe para estar disponível. Não tenho certeza se ele poderá jogar os 90 minutos ainda, temos que considerar nas próximas horas se ele vai começar. Vamos decidir no dia do jogo”.

Hiddink foi perguntado se Diego Costa tinha treinado esta semana após ter machucado a tíbia na semana passada. O técnico interino também descartou analisar as polêmicas em que Diego esteve envolvido no jogo do primeiro turno contra o Arsenal.

“(Diego Costa) não (treinou) muito, mas ele esteve ontem (no treinamento) e hoje ele esteve disponível também. Eu não quero voltar ao passado. Domingo será um novo dia. Não vi as imagens de sua suspensão pela FA.

Sobre a experiência desta temporada, especialmente nos últimos jogos, ele (Diego) é de grande valor para nós. Eu gosto dele focado nisso (marcar gols). O foco é sobre o que ele é bom e ele está fazendo isso.

Como eu disse antes, não posso garantir nada (sobre o comportamento dos jogadores), pois não estamos lidando com máquinas, estamos lidando com seres humanos. Quando ele (Costa) está se concentrando no que é bom, ele é de grande valor”.

Hazard e Diego Costa estarão disponíveis para o jogo contra o Arsenal (Foto: Chelsea FC)
Hazard e Diego Costa estarão disponíveis para o jogo contra o Arsenal (Foto: Chelsea FC)

Com o gol de John Terry nos instantes finais da partida contra o Everton, Hiddink manteve-se invicto, mas o retrospecto de quatro empates e apenas uma vitória nos últimos cinco jogos na Premier League não vem agradando o comandante:

“Por um lado, estamos invictos desde dezembro. Por outro lado, não podemos estar totalmente satisfeitos com todos os resultados. Temos que dar o próximo passo e não cair de volta à consistência: um dia bom, um dia ruim. Metade de um jogo bom e metade de um jogo ruim. 

É algo que temos de trabalhar, mas vejo os jogadores trabalhando com muita ambição e confiança. Eu acho que nós vamos ver um outro jogo muito atraente no domingo. Vamos dar o nosso melhor para obter o resultado”.

Hiddink disse que estava extremamente satisfeito com o caráter demonstrado pela equipe no último jogo e está esperançoso de que é um bom presságio para o futuro. Ele também disse estar ciente de que é preciso melhorar defensivamente, após sofrer cinco gols nas duas últimas partidas:

“Hoje em dia, se você não se defender bem começando na frente, você pode facilmente ser superado por causa da qualidade técnica e tática dos jogadores (adversários). Nos primeiros dias você não pode ser tão facilmente superado taticamente, mas agora as equipes têm essa capacidade.

Se você não trabalhar com muita responsabilidade em sua área, como um meia ou um atacante, defender torna-se um problema. Por exemplo, se você analisar o terceiro gol do Everton sem emoção, estivemos paralisados. Nós conversamos sobre isso. Não devemos repetir os erros”.

Category: Competições

Tags:

Article by: Murilo César