Preview: Chelsea x QPR

Mata converteu pênalti e eliminou QPR da FA Cup

O Chelsea volta aos gramados neste domingo, 5 dias após uma das maiores vitórias, não só de sua história, mas do futebol inglês, ao eliminar o Barcelona da Uefa Champions League. O adversário dessa vez será o perigoso QPR, que além de ter vencido o próprio Chelsea e ter se envolvido em polêmicas com os Blues graças a uma acusação de racismo a John Terry, também bateu Arsenal e Tottenham, então todo cuidado é pouco.

Os times se enfrentam às 9:30h, no Horário de Brasília, com transmissão da ESPN. O Chelsea joga de olho em Tottenham e Newcastle, adversários pela vaga na Champions, que enfrentam, respectivamente, Blackburn e Wigan.

Chelsea só terá um zagueiro de ofício disponível

John Terry, o homem que atrai todos olhares quando o Chelsea enfrenta o QPR de Aston Ferdinand, é o único zagueiro de ofício disponível para a partida. Gary Cahill e David Luiz estão fora, por lesão; Branislav Ivanovic cumpre o terceiro e último jogo de sua suspensão, após agressão em partida contra o Wigan.

Há algumas opções para improvisações na zaga – Bosingwa, Ferreira, Essien, Romeu e Mikel já atuaram pelo setor em algum momento. E a preferência por Di Matteo provavelmente será pelos portugueses, com Bosingwa na zaga e Ferreira, que teve boa atuação contra o Benfica, na lateral direita. Ou, com menos chances, o contrário.

Também não seria surpresa de Essien aparecesse improvisado na defesa, seja na lateral ou na zaga. Ele atuou assim em muitas oportunidades pelo Chelsea, inclusive na final da Champions League anterior, onde foi nosso lateral direito, inclusive eleito o melhor da temporada pela UEFA. Mas seus problemas físicos tornam improvável sua escalação por ali.

Fora isso, o Chelsea deve estar completo, para a partida contra o QPR. Tudo depende da postura adotada por Roberto Di Matteo: o Chelsea atuou há 5 dias contra o Barcelona e teve tempo para se recuperar fisicamente. No entanto, há a possibilidade de que, ainda assim, Di Matteo poupe alguns atletas.

Drogba, por exemplo, pode começar no banco para Torres, herói do jogo do meio de semana, ter mais uma (merecida) chance no time titular. Como o time terá 4 desfalques na final, também é possível que durante a partida gente como Essien, Malouda e Sturridge seja testada.

Salvas as surpresas, a expectativa é de um Chelsea com força máxima disponível contra o QPR, já que a partida está bem distante da final da Champions League, e até da final da FA Cup. Além de ser um jogo em casa, e com uma pessoa muito especial para todos nós do site lá na arquibancada – vocês em breve saberão.

Wright Phillips comanda QPR

Os visitantes, que não terão os lesionados Faurlin e Dyer, apostam numa forma base que venceu Tottenham, Arsenal e o próprio Chelsea (no jogo de turno, para depois ser eliminado na FA Cup por outra derrota por um gol) para tentar conseguir pontos em Stamford Bridge.

Wright-Phillips, ex-Chelsea, comanda o ataque das rainhas, que ainda tem Mackie e o perigoso Zamora. Na defesa, Aston Ferdinand, irmão de Rio Ferdinand, mas não muito amigo de John Terry, é o xerifão que tentará parar o ataque dos Blues, que marcou três vezes no melhor time do mundo.

Ninguém se cumprimenta, domingo

Para evitar constrangimentos na situação entre John Terry e Aston Ferdinand, a Premier League agiu rápido e suspendeu todos os cumprimentos antes do apito rolar para a partida de domingo. A entidade abriu uma exceção para a partida, levando em consideração os acidentes que já ocorreram no decorrer da temporada.

Na Memória

A primeira partida do Chelsea após se classificar para a final da Uefa Champions League de 2008 (bateu o Liverpool na semi-final) foi contra o Newcastle, em St James Park. E na ocasião, Ballack e Malouda garantiram a vitória do Chelsea por 2×0, mantendo o time na briga pelo título da Premier League. Na ocasião, o Chelsea de Avram Grant atuou com: Cech; Ferreira, Carvalho (Alex), Terry e Bridge; Mikel, Essien e Ballack; Anelka (Lampard), Drogba (Shevchenko) e Malouda

 Prováveis Escalações

Chelsea: Cech; Ferreira (Essien), Bosingwa, Terry e Cole; Mikel, Lampard (Meireles), Ramires, Mata e Kalou; Torres

QPR: Kenny; Hill, Onuoa, Ferdinand, Taiwo; Barton, Diakité, Buzaski (Cissé); Wright Phillips, Zamora e Mackie

Transmissões

Chelsea e QPR se enfrentam em Stamford Bridge às 9:30h (Horário de Brasília) de Domingo, 29/04/2012

Tempo Real: @ChelseaNewsBr

TV: ESPN transmite ao vivo para todo Brasil

Streaming: AtdhNet.tv ou Rojadirecta.me

Category: Competições

Tags:

Article by: Rodrigo Q