Lampard avaliou o empate sem gols contra o Tottenham

Lampard fala sobre David Moyes, Havertz e Werner na entrevista pré-jogo

Frank Lampard concedeu entrevista sobre o próximo duelo do Chelsea, contra o West Ham, na Premier League. O jogo está agendado para segunda-feira (21), às 17h (Brasília), em Stamford Bridge. Além disso, o primeiro questionamento ao técnico do Chelsea foi justamente sobre o seu sentimento em comandar o Chelsea em um duelo entre ex-equipes como futebolista. Posteriormente, Lampard elogiou David Motes e os Hammers. Por fim, colocações de Lampard sobre Havertz e Werner.

Sentimento especial em enfrentar o West Ham?

Lampard comentou sobrea possibilidade de ser um jogo de reabilitação. Além disso, o técnico do Chelsea frisou: "ser apenas mais um jogo" para ele. (Chelsea FC / Site)
Lampard comentou sobrea possibilidade de ser um jogo de reabilitação. Além disso, o técnico do Chelsea frisou: “ser apenas mais um jogo” para ele. (Chelsea FC / Site)

“Para ser honesto, [Chelsea e West Ham] tinha um significado extra quando eu era um atleta. Como um técnico, meu atual cargo, não há. Talvez eu tenha amadurecido ou algo mudou, mas também me concentro no que é necessário para o clube. Pessoalmente, eu assumia essa preparação antes do jogo, pois atuei anteriormente com o West Ham. Entretanto, não jogo mais. Vejo como mais um compromisso, principalmente depois de duas derrotas consecutivas para nosso time. É um duelo importante para abordarmos uma forma de reabilitação sobre onde estávamos antes dos dois jogos”, iniciou Frank Lampard.

David Moyes

“Acho que ele está fazendo um grande trabalho. Eles têm bons jogadores, mas a maneira como estão jogando e a consistência que apresentam. Além disso, os níveis que eles alcançaram nesta temporada tem sido realmente impressionantes. [O West Ham] tem um técnico experiente e muito bom. Obviamente, ele conseguiu passar sua mensagem e a equipe está atuando muito bem. A organização da sua equipe e o estilo de jogo… É difícil de enfrentar. A equipe apresenta ameaças no contra-ataque, são muito bons em lances de bola parada. Ou seja, eles estão jogando muito bem”, apontou o técnico do Chelsea.

Kai Havertz

“Eu acho que o 4-3-3 é o adequado para ele. Antes do seu período com Covid, ele estava jogando muito bem no lado direito e na posição de número 8 para nós. Eu acho que ele pode atuar em várias posições para nós. Por outro lado, consistência em uma posição pode ser uma coisa boa e é isso que eu quero conseguir para ele”, iniciou.

“Quando você olha e realmente analisa o que aconteceu, Kai entrou na equipe sem qualquer tipo de pré-temporada. Ele começou bem no início da temporada e contraiu Covid e, neste momento, todos voltam a atenção por causa da questão do preço da transferência. Entretanto, acho que teremos uma grande perspectiva na situação dele”, afirmou Lampard.

“Alguns dos grandes jogadores da Premier League demoraram para chegar no sucesso dentro da competição. Não estou dizendo que vai demorar para Kai [Havertz] conseguir o sucesso aqui. Entretanto, acho que devemos dar um pouco de tempo para ele se acomodar dentro e fora de campo. É isso o que está acontecendo. Estou feliz com ele, não tenho problemas com ele, mas para os fãs do Chelsea e para nós devemos dar tempo ao atleta”.

Timo Werner

Lampard falou sobre o posicionamento de Werner. Anteriormente, o técnico comentou sobre o atual momento de Havertz.
Lampard falou sobre o posicionamento de Werner. Anteriormente, o técnico comentou sobre o atual momento de Havertz. (Chelsea FC/Website)

“Quando tínhamos uma grande referência de com um homem-alvo me perguntaram muito o porquê de eu estar atuando com Giroud ou Tammy. O tempo todo. Timo, com o Leipzig, atuou como centroavante, deslocado pela direita ou até mesmo um pouco atrás. Portanto, não acho que seja um problema para ele jogar na atual posição para nós. Afinal, ele pode ter essa rotação em diversos locais de jogo”, disse.

“Qualquer goleador quer marcar gols com frequência, mas precisam ter força mental e confiança quando passar por períodos difíceis. Todos os atletas vão passar por isso e absolutamente cada artilheiro. Não há um artilheiro na história que conseguiu essa regularidade de gols em todos os jogos em uma longa carreira. Portanto, não é um problema do sistema ofensivo. Ele precisa manter a confiança e precisa adentras nessas áreas e os gols não vir. Sem dúvidas”, concluiu Frank Lampard.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.