William Gallas: Hakim Ziyech participa de atividades em Cobham

Hakim Ziyech: “Eu aprendi muito com o meu passado”

Hakim Ziyech foi um dos escolhidos para conceder entrevista coletiva no Chelsea. O bate-papo foi realizado na quinta-feira (22) e um dos tópicos abordados apontou a formação de Ziyech como atleta. O marroquino mencionou como a sua infância e como os acontecimentos durante esse período auxiliaram em sua formação. Por exemplo, os jogos de futebol nas ruas de Dronten, cidade holandesa onde o futebolista passou seus primeiros anos de vida.

A formação de Ziyech

“As coisas que aconteceram no passado, quando você era mais jovem, tudo isso te torna uma pessoa mais dura. Especialmente quando você fica mais velho, você pode jogar aquele futebol mais difícil, pois quando eu jogava nas ruas, sempre jogava contra caras mais velhos”, iniciou Ziyech.

“Eles nunca recuavam e mesmo quando você é bom para eles, eles continuam ‘chutando’. Essas situações transformam você em uma pessoa mais dura e te auxiliam no crescimento, inclusive nos gramados. Essa mentalidade só ajuda e eu acho que eu aprendi muito com o meu passado e foi o que me tornou o que eu sou nesse momento”, adicionou o futebolista.

Na entrevista coletiva, o atleta do Chelsea expressou sua confiança nesse processo de desenvolvimento dentro do futebol. Desde a escolha para atuar com a seleção do Marrocos e passando pela opção de atuar na Holanda. Por fim, escolha da vinda para o Chelsea. Dentro desse desenvolvimento, Ziyech afirmou que o primordial é o seu desempenho dentro de campo.

Opinião forte e processo de aprendizado

Ziyech também estreou
Ziyech atuou aproximadamente 30 minutos contra o Sevilla, na UEFA Champions League (Foto: Getty Images)

“Não tenho medo de dar opinião e sempre falo com o meu coração. O que eu sinto, eu falo. Eu não ligo para o que as pessoas pensam de mim. Por isso, eu tenho fé em mim, confio em mim, portanto, não me incomodo com o pensamento das outras pessoas. No final, como está o seu desempenho é o que realmente importa no futebol”, afirmou Hakim ZIyech.

“Eu demorei para sair para outro clube. Não queria sair muito jovem. Aproveitei para melhorar, para aprender, para crescer como pessoa. Estou com 27 anos e foi a hora, foi o momento de seguir em frente”, disse o marroquino.

Sobre a lesão antes da temporada inglesa

Sobre a chegada ao Campeonato Inglês, Hakim Ziyech teve que esperar bastante para ir para a Inglaterra. Primeiramente, o Campeonato Holandês acabou de forma precoce em decorrência do atual cenário pandêmico. Posteriormente, o marroquino se lesionou no amistoso contra o Brighton, na cidade litorânea. Isso significava aguardar e assistir à estreia dos outros companheiros de Chelsea: Timo Werner, Kai Havertz, Thiago Silva e Edouard Mendy.

“Não foi frustrante. Para mim, não tinha como, não poderia voltar atrás, tive que ser realista. A temporada da Premier League é longa, ainda teremos muitos jogos, há bastante coisa pela frente. Olhei para frente e mantive a calma [no período de lesão] e segui fazendo as coisas”.

A competitividade do plantel

Treinamento de ziyech
A competitividade é algo positivo aos olhos de Ziyech. Por isso, ele destinou parte da entrevista coletiva sobre esse assunto. (Foto: Chelsea FC)

“Eu sabia que não seria o único contratado pelo Chelsea. Não foi uma surpresa e eu acho positivo ter jogadores novos, pois são mais estilos diferentes. Além disso, é bom ter competição para cada jogador. É bom para cada um. O que deve ser feito é se esforçar o máximo, continuar se esforçando, e ficará tudo bem. Mas acho que deva ter bastante competição entre as peças. Por isso, devemos trabalhar duro e continuar nos esforçando”, concluiu Ziyech.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.