Encerrando a fase de grupos da Champions, Chelsea recebe Porto

Chelsea e Porto lutam pela classificação à segunda fase da Champions (Foto: Montagem/Chelsea Brasil)
Chelsea e Porto lutam pela classificação à segunda fase da Champions (Foto: Montagem/Chelsea Brasil)

Após voltar a perder na Premier League, desta vez para o modesto Bournemouth, o Chelsea terá uma decisão pela frente nesta quarta-feira (09). Atuando em casa, os Blues recebem o Porto e não podem perder, uma vez que uma vitória dos lusos os isolaria na liderança do Grupo G e o Dynamo de Kiev, atual terceiro colocado, terá um desafio mais simples em casa, contra o Maccabi Tel-Aviv, que perdeu todas as partidas até o momento. Uma derrota para o Porto combinada com uma vitória do Dynamo de Kiev elimina o clube londrino da competição. O jogo acontece às 17h45 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal Space. Você também acompanha tudo sobre a partida em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Terry pode retornar ao time

Após contrair lesão na última partida do Chelsea válida pela Champions, contra o Maccabi Tel-Aviv, o capitão John Terry treinou com o grupo e pode retornar ao time titular na partida contra o Porto. Ramires e Falcao García também treinaram, mas, enquanto o brasileiro é opção para a partida, o colombiano não estará disponível, tendo o treinador José Mourinho confirmado que o jogador não se encontra em forma para a disputa de uma partida oficial, após passar mais de um mês no departamento médico.

Porto tem praticamente todo o elenco à disposição

O treinador do Porto, Julen Lopetegui teve sua vida facilitada na preparação para a partida contra o Chelsea. Com todo o seu elenco à disposição, voltou a incluir o francês Gianni Imbula na relação de jogadores e ainda pôde dar-se ao luxo de deixar o ítalo-argentino Pablo Osvaldo, recuperado de uma lesão no joelho esquerdo, em Porto, recuperando seu condicionamento físico.

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Courtois; Ivanovic, Cahill (Terry), Zouma, Azpilicueta; Matic, Fàbregas; Willian, Oscar, Pedro (Diego Costa); Hazard. Téc.: José Mourinho

Porto (4-3-3): Casillas; Maxi Pereira, Maicon, Martins Indi, Layún; Danilo, Rúben Neves, André André; Corona, Aboubakar e Brahimi. Téc.: Julen Lopetegui

Entrevistas Pré-Jogo

José Mourinho (Chelsea)

(Foto: Chelsea FC)
(Foto: Chelsea FC)

Em sua coletiva, Mourinho garantiu que não tem qualquer intenção de disputar a Europa League, mesmo sabendo que é um caminho mais fácil para a UEFA Champions League 2016-2017 e destacou o trabalho que vem sendo feito para melhorar a pontaria de seu time.

“É outro jogo de Champions League, mas com a diferença de que eu jogo contra um time do meu país, um time em que trabalhei por alguns anos, e um com a diferença que é essa ser a fase de grupos, mas por causa dos resultados atuais transformada em uma fase de mata-mata. Isso acontece porque o normal é o Dynamo vencer seu jogo (contra o Maccabi Tel-Aviv), então entre Porto e Chelsea, um time irá para a Europa League.

No momento, eu sei que parece que vencer a Europa League é uma forma mais fácil de estar na Champions League na próxima temporada do que terminar entre os quatro primeiros (da Premier League). Mas há outra possibilidade que é vencer a Champions League. É obviamente mais difícil do que vencer a Europa League mas é a competição em que estamos. Queremos jogar a Champions League e enfrentar os melhores times. Para isso temos que vencer amanhã.

Está claro que criamos muitas chances mas não marcamos muitos gols. Estamos tendo muitas situações em que precisamos apenas de um empurrão, só precisamos de um toque na cara do gol e não estamos tendo isso.

Isso é o que estou tentando (melhorar) o tempo todo, algumas vezes com um grupo coletivo, algumas vezes com um indivíduo, com jogadores que devem estar nessas posições e essa é a razão pela qual estou sempre otimista, porque o trabalho é muito bom. Às vezes eu sinto uma contradição entre a qualidade de nosso trabalho e o que acontece no campo, mas eu sou sempre otimista, especialmente porque eu sinto que os jogadores querem fazer isso.

O Falcao só teve um pequeno período de treinamento conosco. Ele ainda está a algumas semanas de estar em condições de jogo. John Terry e Ramires estão bem.”

Julen Lopetegui (Porto)

(Foto: FC Porto)
Lopetegui acredita na classificação do Porto (Foto: FC Porto)

Refletindo sobre o jogo contra o Chelsea, Julen Lopetegui garantiu acreditar na possibilidade de avançar de fase na UEFA Champions League, com um bom resultado em Londres.

“Quero que os jogadores acreditem que é possível, mas vão ser dois jogos completamente diferentes. Este será muito diferente do encontro no Dragão (vitória portista, por 2-1]), por muitas razões. Mesmo se o Chelsea é um clube fantástico, se tem um fantástico treinador, fantásticos jogadores e uma fantástica equipa. Teremos de fazer um grande jogo se queremos ganhar.

Estamos 100 por cento a pensar no jogo com o Chelsea e no que temos de fazer. No resto, não temos controle. O que nos pode valer é ganhar.

As duas equipas não estão qualificadas. Queremos ganhar neste estádio magnífico e sermos primeiros do grupo. O Bournemouth ganhou aqui na última jornada da Premier League? Pois, mas eu não espero quaisquer facilidades. O Chelsea é uma enorme equipe, orientada por um dos melhores treinadores da história do futebol, tem jogadores de topo em todas as posições, é uma das quatro ou cinco melhores equipas do mundo. E são competições diferentes.

Estamos focados em fazer história: o FC Porto nunca ganhou na Inglaterra! E esta é uma oportunidade formidável! Temos é de fazer um grande jogo, não há outra maneira nem volta a dar. Teremos de jogar bom futebol para ganhar, mas foi para isso que viemos”

Último encontro

André André abriu o placar para os Dragões (Foto: AFP/Getty Images)
André André abriu o placar para os Dragões (Foto: AFP/Getty Images)

A última vez em que Chelsea e Porto se enfrentaram foi nesta edição da UEFA Champions League, na segunda rodada da fase de grupos. Na ocasião, jogando no Estádio do Dragão, os Blues foram derrotados por 2×1. André André e Maicon marcaram para os lusos, enquanto Willian, de falta, anotou o tento único do clube londrino.

Fique de Olho

Corona vive bom momento no Porto (Foto: FC Porto)
Corona vive bom momento no Porto (Foto: FC Porto)

Autor de um tento na vitória do Porto no último final de semana, o winger mexicano Jesús Corona tem vivido bom momento com a camisa dos Dragões. Contratado junto ao Twente para a disputa desta temporada, por aproximadamente €10,5 milhões, o atleta tem 10 partidas com o clube luso e já anotou seis tentos. Veloz e insinuante, o baixinho é uma das grandes armas do clube e poderá trazer problemas à retaguarda londrina.

Curiosidades

– Chelsea e Porto se enfrentaram sete vezes na história. Ao todo, o clube inglês venceu quatro vezes, empatou uma e perdeu duas;

– O resultado mais expressivo da história do confronto aconteceu em 2004-2005, quando o Chelsea bateu o Porto por 3×1;

– Todas as vezes em que enfrentou o Porto em casa o Chelsea venceu;

– O Porto nunca venceu atuando na Inglaterra (2E e 14D);

– O Chelsea só perdeu uma partida da Champions League em casa (28V, 8E e 1D);

– Ícone no Chelsea, José Mourinho viveu seus primeiros grandes sucessos no comando do Porto, tendo sido a Champions de 2003-2004 seu ponto mais alto pelos Dragões;

– Ramires e Nemanja Matic foram rivais do Porto por algum tempo, tendo defendido a camisa do Benfica;

– Falcao García teve excelente passagem pelo Porto, tendo disputado 87 partidas, marcado 72 gols e criado 17 assistências.

Category: Competições

Tags:

Article by: Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.