Em Wolverhampton, Chelsea busca a vitória diante dos Wolves pela FA Cup

Fazendo excelente campanha na Premier League, mesmo após o empate contra o Burnley no último fim de semana, o Chelsea chega como favorito para o confronto diante da equipe do Wolverhampton, neste sábado (18), às 15h30 (horário de Brasília). A partida, válida pela quinta rodada da FA Cup, será disputada no Molineux Stadium, casa dos Wolves, e a transmissão será feita pela ESPN Brasil. Você também poderá acompanhar minuto a minuto da partida através do Twitter @ChelseaBrasil.

Conte poupa zagueiros para o duelo

Após uma semana de descanso desde sua última partida pelo Campeonato Inglês, o Chelsea que entrará em campo para o confronto será um pouco diferente daquele que o torcedor esta acostumado a ver mesmo na copa, que tem sido deixada em segundo plano por Antonio Conte.

Como os Blues não voltarão a campo até o próximo sábado (25), o treinador viu como desnecessária a escalação de toda a equipe reserva para o jogo, mantendo seus titulares da Premier League com alterações apenas na defesa, onde poupará David Luiz e Marcos Alonso. Gary Cahill fica como dúvida, mas pode também fazer parte do pacote de mudanças para a partida.

O camisa 4 será substituido pelo capitão John Terry, enquato a vaga deixada pelo meia ficará entre Nathan Ake e Kenedy. Caso Cahill seja polpado, seu substituto será Kurt Zouma. Há tambem a possíbilidade de que Cesc Fábregas inicie a partida entre os 11 eleitos de Conte.

Sem atletas suspensos ou lesionados, o restante da escalação será mantido, bem como a relação de jogadores que iniciarão a partida no banco de reservas.

Wolves tentam quebrar sequência de derrotas

Sem vencer uma partida sequer das três disputadas em fevereiro, o Wolverhampton ocupa a oitava colocação na Championship, segunda divisão inglesa. A última das derrotas, contra o Wigan em casa, tornou a vitória sobre o Chelsea mais do que necessária para a equipe de Paul Lambert, que precisa aliviar a tensão que vem se instalando no clube com os resultados negativos.

O treinador, porém, encontrará problemas para definir seus titulares, já que não é certo que poderá contar com Jack Price e Nouha Dicko. O atacante Joe Mason, que não estará disponível para a partida só deverá retornar aos treinos na próxima semana, enquanto Ivan Cavaleiro permanece de fora da equipe titular.

No mais, sem atletas cumprindo suspensão nesta rodada, Lambert deverá mandar a campo sua tradicional escalação titular, dependendo apenas da liberação dos jogadores que se recuperavam de lesão.

Prováveis escalações

Wolverhampton (4-2-3-1): Ikeme; Coady, Hause, Stearman, Doherty; Edwards, Price; Weimann, Saville, Costa; Dicko

Chelsea (3-4-3): Begovic; Azpilicueta, John Terry, Cahill (Zouma); Pedro, Kante, Fabregas, Nathan Ake (Kenedy); Willian, Hazard, Costa

Entrevistas Pré-jogo

Antonio Conte (Chelsea)

Durante a coletiva, as perguntas ao técnico italiado ficaram focadas na situação de Diego Costa no clube após as especulações sobre a saída do camisa 9 (Foto: Chelsea FC)

A entrevista coletiva de Conte recebeu um foco diferente desta vez, já que antes de questioná-lo sobre o jogo em si, diversos jornalistas bombardearam o técnico italiano de perguntas referentes a um dos jogadores mais importantes do elenco atual, Diego Costa.

“Não tenho conhecimento dessa situação. Eu acho que agora o importante é manter o foco no presente, e não tentar olhar tão longe. Ao fim da temporada iremos discutir melhor o caso”, declarou o treinador.

Após diversas especulações relacionadas a uma possível saída do atacante, que passaram a ser divulgadas com força desde o desentendimento entre ele e Conte no último mês,  o treinador afirmou confiar no atacante, e disse acreditar que Diego não vá deixar o clube londrino tão cedo.

“Eu estou confiante (de que ele vá permanecer). Eu repito: o importante agora é manter o máximo de concentração no presente. O presente é o jogo de amanhã contra o Wolverhampton. Nós temos que avançar para a próxima rodada da FA”, completou Conte, na tentativa de levar a entrevista a seu real intuito.

Paul Lambert (Wolverhampton)

Apesar da diferença técnica entre as duas equipes, Paul Lambert afirmou que seus comandados não se deixarão vencer facilmente (Foto: Reprodução)

Diferente da coletiva concedia por seu rival deste fim de semana, a entrevista do treinador Paul Lambert foi totalmente focada na situação dos Wolves e na partida diante do líder da Premier League. Ciente das dificuldades que enfrentará no jogo de sábado, o técnico disse que não se entregará fácil, mesmo diante de circunstâncias tão desfavoráveis a seus comandados.

“Nó temos que nos livrar do peso que estamos carregando e permanecer no jogo o máximo que pudermos. […] Teremos que fazer aquilo no que somos bons e tentar não cair no jogo do Chelsea. Temos que encontrar uma maneira de tirá-los de sua zona de conforto, assim como fizemos diante do Liverpool” afirmou Lambert.

O técnico da equipe declarou que, independente da diferença do nível das duas equipes, não ficará apenas esperando que seus adversários ataquem por serem mais fortes, mas que baterá frente a frente com eles de forma justa.

“Nós não vamos jogar da mesma maneira que o Burnley jogou, porque eles conquistaram um resultado brilhante, mas quando você apenas se senta e espera que seu adiversário venha até você, você tem que torcer para que não estejam tendo um dia tão produtivo e para que não disparem em todos os níveis” declarou o treinador.

Fique de olho

Hélder Costa

Aos 23 anos, mesmo tendo se tornando titular há pouco tempo, Costa vem se provando um jogador perigoso, especialmente no ataque (Foto: Reprodução)

Emprestado pelo Benfica aos Wolves no início da temporada, Hélder Costa faz parte da seleção sub-23 de Portugal. Apesar de ter adiquirido sua titularidade há poucas rodadas, vem marcando gols importantes por sua nova equipe, e já é visto como um importante jogador com apenas 23 anos.

O talento de Costa chamou tanta atenção que chegou a ser especulada uma transferência do jogador ao fim da temporada atual para o Everton, atualmente membro da Premier League mas, em janeiro deste ano, o próprio Wolverhampton ofereceu ao camisa 17 um contrato permanente de quatro anos e meio.

Apesar de só ter atuado em meio a clubes de menor poder aquisitivo que o Chelsea, Hélder Costa pode ser um meia perigoso no ataque, o que pode trazer alguns problemas aos Blues.

Histórico recente

Os encontros entre Chelsea e Wolves se tornaram raros nos últimos anos. A última vez em que as duas equipes se enfrentaram foi há quase 5 anos, também pela Copa da Inglaterra. Naquela oportunidade, os Blues venceram pelo elástico placar de 6 a 0 em pleno Stamford Bridge.

Nos cinco confrontos anteriores, o Wolverhampton não teve melhor sorte: venceu apenas uma vez, e foi derrotado quatro; todos jogos válidos pela Premier League, antes da queda dos Lobos para a Championship.

Curiosidades

  • No mais recente encontro entre Chelsea e Wolverhampton, os Blues venceram a partida por 6 a 0. A partida foi válida pela FA Cup de 2012;
  • Se vencerem , os Wolves podem chegar pela chegar pela primeira vez na história a sexta rodada da FA Cup desde a temporada 2002/03;
  • O Chelsea venceu apenas um dos últimos quatro jogos que disputou fora de casa em todas as competições (foram dois empates e uma derrota);
  • A última equipe de uma divisão inferior a bater mais três clubes da Premier League em uma mesma FA Cup foi o Wigan Athletic na temporada 2013/14, quando perderam as semifinais nos pênaltis;
  • O Barnsley, também membro da Championship, foi o último clube a bater Liverpool e Chelsea em uma mesma edição da FA Cup, em 2007/08.

Category: Competições

Tags:

Article by: Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. A mulher que chora quando pensa naquele Barcelona 2x2 Chelsea no Camp Nou, em 2012.