Em estreia na FA Cup, Chelsea enfrenta Scunthorpe United

Chelsea estreia na terceira fase da competição (Foto: Montagem/Chelsea Brasil)
Chelsea estreia na terceira fase da competição (Foto: Montagem/Chelsea Brasil)

Após vencer bem o Crystal Palace pela Premier League no último final de semana, o Chelsea muda seu foco no próximo domingo (10). Se ainda há esperança de conquistas na temporada atual, uma delas reside na FA Cup, competição em que o Chelsea estreia contra o Scunthorpe United, buscando avançar de fase e seguir vivo na luta por um título que não vem desde a temporada 2011-2012. A partida acontecerá às 12h00 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal ESPN Brasil. Você também acompanha tudo sobre a partida em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Hazard, Falcao e Rémy estão fora; jogadores da base podem ser chamados

Lesionado desde a última partida do Chelsea, contra o Crystal Palace, o belga Eden Hazard será baixa para a partida contra o Scunthorpe, uma vez que ainda não se recuperou de lesão muscular. O mesmo vale para Falcao García e Loïc Rémy, atacantes que estão machucados e podem deixar Stamford Bridge durante a presente janela de transferências. Assim, tendo apenas Diego Costa como opção de frente, Guus Hiddink poderá convocar jogadores da base para compor o banco de reservas.

Scunthorpe tem retornos

Atual 15º colocado na League One, a terceira divisão inglesa, o Scunthorpe United tem boas notícias para a importante partida contra o Chelsea. É esperado que o artilheiro do time, Paddy Madden, irlandês que tem 14 gols em 30 jogos na temporada, retorne ao time titular após recuperar-se de lesão. Além disso, os ofensivos Gary McSheffrey e Tom Hooper também estão à disposição do treinador Mark Robins, reforçando os Irons. A única baixa esperada é a do defensor Conor Townsend, que acaba de ser contratado junto ao Hull City e está inelegível para a partida.

Prováveis escalações

Chelsea (4-2-3-1): Begovic; Ivanovic, Cahill, Zouma, Baba Rahman; Mikel, Fàbregas (Ramires); Willian, Oscar, Pedro; Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Scunthorpe (4-2-3-1): Daniels; Wiseman, Mirfin, Canavan, Laird; Bishop, King; Williams, Dawson, Rowe; Madden. Téc.: Mark Robins

Entrevistas Pré-Jogo

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink tem apenas Diego Costa no comando do ataque (Foto: Chelsea FC)
Hiddink tem apenas Diego Costa no comando do ataque (Foto: Chelsea FC)

Durante os últimos dias, Hiddink falou sobre a situação de seus jogadores e também comentou sobre o adversário de domingo, mostrando grande respeito.

“O Rémy está no campo, mas não com o time, ele está se recuperando. Temos que ser muito cautelosos com nossos atacantes. Temos Diego no momento. Não ter Rémy ou Falcao é preocupante.

Hazard não se recuperará para o meio de semana. Precisamos ser cautelosos, porque um jogador não pode cair novamente após ficar lesionado duas vezes em uma armadilha física. Dessa vez, precisamos dar um pouco mais de tempo (à recuperação). Ele estava pronto para jogar, mas ele teve um escorregão infeliz no jogo contra o Crystal Palace.

Ele (César Azpilicueta) tem uma pequena fratura em sua mandíbula. Ele precisa de uma máscara. Talvez tenhamos dois Zorros amanhã!

Quando eu comecei, dissemos que tínhamos alguns objetivos – com um grande clube você tem que definir algumas metas. Quarto lugar na Premier League é difícil, mas há ainda dois objetivos e um deles é a FA Cup. É uma grande meta para esse grupo de jogadores.

Nós levamos todos os nossos adversários muito a sério. Meu time e eu mesmo assistimos parte de seus jogos. É o jogo deles aqui e eles estão sonhando em conquistar um bom resultado. Eles têm jogadores como o atacante (Paddy) Madden, que já tem 14 gols, então estamos muito cientes de quem estamos enfrentando e quem pode causar perigo, então levamos esse oponente (o Scunthorpe) muito a sério.”

Mark Robins (Scunthorpe United)

Robins mostrou empolgação com o jogo contra o Chelsea (Foto: Getty Images)
Robins mostrou empolgação com o jogo contra o Chelsea (Foto: Getty Images)

O treinador do Scunthorpe United mostrou grande empolgação para a partida contra o Chelsea, ressaltando a grande oportunidade para o clube e os torcedores que um jogo desse porte representa.

“Estamos ansiosos para o jogo. Tivemos alguns jogos para jogar antes desse, mas a empolgação cresceu. É raro poder jogar contra os atuais campeões da Inglaterra e é aonde nós estamos indo. Queremos passar e, certamente, não estamos indo com uma atitude derrotista. Sabemos que estamos atuando contra jogadores de classe mundial e teremos que estar com isso o jogo inteiro.

O que não quero fazer é ir lá e ter que fechar a loja. Quero que nós tentemos e mostremos um pouco de compostura e um pouco de qualidade em alguns momentos. Penso que isso é importante e penso que isso pode nos servir, independentemente do resultado, para o restante da temporada.

Para nós, (o jogo) é sobre ir lá e jogar para nossos torcedores e por nós mesmos, mas aproveitando o dia. Não é diferente para os torcedores, porque eles raramente têm a chance de ir a estes lugares, e eles são lugares fantásticos para ir assistir futebol. Mas, afinal, estamos procurando tentar e fazer uma performance que honre o clube e a camisa.”

Último encontro

Kezman marcou em 2005 (Foto: Getty Images)
Kezman marcou em 2005 (Foto: Getty Images)

A última vez em que Chelsea e Scunthorpe se encontraram foi na temporada 2004-2005, justamente pela FA Cup. Na ocasião, atuando em Stamford Bridge, os Blues venceram por 3×1. Mateja Kezman, Andrew Crosby (contra) e Eidur Gudjohnsen marcaram para o Chelsea, com Paul Hayes descontando para os Irons.

Fique de Olho

Madden é esperança de gols do Scunthorpe
Madden é esperança de gols do Scunthorpe

Artilheiro do time na temporada, Paddy Madden tem marca de quase um gol a cada duas partidas, média respeitável. Jogador com passagem pela Seleção da Irlanda, o atacante de 25 anos é o típico centroavante de área. Com presença física e sempre à espreita de um ressalto para finalizar, o goleador deve ser a maior ameaça com a qual a retaguarda do Chelsea terá de lidar.

Curiosidades

– Chelsea e Scunthorpe se enfrentaram cinco vezes na história e o recorde é parelho: duas vitórias para cada e um empate;

– A maior vitória do Chelsea no confronto aconteceu em 1962, ocasião em que saiu vitorioso pelo placar de 3×0. Por outro lado, em 1988, o Scunthorpe aplicou um severo 4×1 aos Blues;

– Desde 1970 o Scunthorpe não vence uma equipe da primeira divisão inglesa;

– Nas últimas 17 temporadas o Chelsea avançou na terceira fase da FA Cup;

– Na última temporada, o Chelsea emprestou o jovem Alex Davey ao Scunthorpe.

Category: Competições

Tags:

Article by: Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.