Em coletiva após partida contra o Norwich, Mourinho afirma que vitória é o impulso que o time precisava

Mourinho acredita em melhora na confiança do time (Foto: Getty Images)
Mourinho acredita em melhora na confiança do time (Foto: Chelsea FC)

Na tradicional entrevista pós-jogo, José Mourinho disse que seu time mereceu a vitória contra o Norwich City, na Premier League, mas afirmou também que a margem de gols deveria ter sido mais ampla, para evitar um sufoco no final, como o time sofreu, que poderia ter terminado por dar o empate ao adversário.

Os Blues levaram os três pontos graças a uma boa atuação, mas especialmente por um grande lance de Diego Costa, que driblou um zagueiro e finalizou no canto da meta adversária, na metade do segundo tempo. Kurt Zouma ainda acertou a trave três minutos depois, porém o placar ficou terminou mesmo por 1 a 0.

O goleiro do Norwich, John Ruddy, fez algumas defesas impressionantesa, particularmente em lance de Nemanja Matic, e também foi responsável pelo placar magro em Stamford Bridge.

Mourinho dá sua avaliação do jogo e dedica a vitória a um membro da equipe

“Obviamente estamos muito tristes com tudo o que aconteceu durante a última semana. Mas estamos orgulhosos do estádio e de todos os profissionais que deram uma reação fantástica da solidariedade para todas as vítimas. Eu gostaria de dedicar pessoalmente esta vitória a alguém que está tão perto de nós: Gary Staker (Coordenador do elenco), que perdeu o pai ontem e não pôde estar conosco hoje. Meus pensamentos estão com ele, um grande amigo de todos nós.

Quanto a o jogo, nós não merecíamos o sufoco últimos quatro minutos. Merecíamos estar desfrutando os últimos quatro minutos, com um resultado de 2-0, 3-0 ou 4-0, mas não conseguimos. Uma vez mais a relação entre a forma como nós jogamos e o número de gols marcados não foi boa. Deveríamos ter marcado três, quatro ou cinco, mas não o fizemos. Nós poderíamos lidar com a pressão nos últimos cinco minutos de forma diferente, mas lidamos bem porque os jogadores sentiram bem o momento. Nós lidamos bem com isso e conseguimos um resultado que nós, obviamente, precisava muito.

É com certeza um pouco  de sentimento de alívio. Eu não estou nervoso no banco, mas você começa a ficar decepcionado com a forma como as coisas vão. Após o gol, Zouma acertando o travessão, por pouco não marcamos. Em seguida, nos últimos quatro minutos você tem a chance de tomar um empate. Então, sim, há um pouco de alívio nessa vitória, mas, fundamentalmente, eu estou feliz pelos jogadores, porque eles estão trabalhando bem e eles mereciam o resultado”

Mourinho afirma que o gol de Diego Costa será um impulso para a confiança do atacante e também do time

“Eu tenho certeza de que todos os artilheiros que já passaram por uma seca de gols sabem o sentimento quando você não marca: você começa a ficar mais pesado. Para cada jogo você não marca você ganha cinco quilos a mais, porque a pressão está lá. 

No primeiro tempo, ele perdeu duas chances, por isso era importante para ele marcar. Ele está trabalhando bem, ele é um cara feliz e tenta de tudo para melhorar. Ele é uma pessoa positiva. Se eu tivesse que escolher alguém para marcar o gol da vitória, gostaria mesmo que fosse ele. 

Tudo está conectado; quando você está cheio de confiança, as suas decisões fluem naturalmente, você escolhe bem seus movimentos e o número de toques; quando segurar, quando manter a posse. Quando você perde a confiança, você se perde. Claro que Diego pode fazer muito mais, e esse gol já é muito importante para sua confiança e para a nossa também.”

O treinador explicou a razão para a escalação de Kenedy na lateral-esquerdo, em  sua primeira partida da Premier League 

“Ele é um jogador de ataque, ele estava jogando em uma posição onde ele não era realmente um lateral-esquerdo. Estávamos esperando que eles viessem com quatro na defensores na última linha, o que eles fizeram, mas nós também estávamos prontos para caso eles jogassem com cinco na última linha, como eles fizeram contra o Man City, então eu queria ter um jogador nessa posição que poderia adaptar-se a ambas as situações. Se eles jogassem com cinco na parte de trás, eu teria jogado com três zagueiros e usado Kenedy como ala esquerda. Mas quando eles se defendiam com quatro, também sabíamos o que tínhamos de fazer.”

Mou elogiou Eden Hazard na sequência de uma exibição impressionante pelo belga

“Acho que todo mundo jogou bem; entre eles Eden, Pedro e Willian, que tiveram uma boa dinâmica. Eden criou chances para nós que foram muito importantes, e também mostrou melhora em sua confiança. Mais uma vez, ele é um jogador que não vinha atuando especialmente bem e sabemos todos os jogadores de grande nível que não estão jogando bem sentem mais do que os outros. “

Mourinho sublinhou a importância de tomar cada jogo como o mais importante

“Temos que ir jogo após jogo. A quarta posição (classificação para a UEFA Champions League) não é uma missão impossível. Teremos que recuperar pontos contra equipes que estão no meio da tabela. Essas equipes terão um pouco de um oscilação, com certeza, porque todo mundo oscila ao longo da temporada. Então o quarto lugar é um alvo possível.”

O Chelsea subiu uma posição com a vitória, terminando a rodada na 15ª colocação, com 14 pontos colecionados em 13 partidas. Para chegar à quarta posição, objetivo estabelecido por Mourinho, os Blues terão de tirar uma diferença de 12 pontos para o Arsenal, atual quarto colocado, nos dois últimos terços da temporada. Caso contrário, o Chelsea precisará contar com uma possível conquista da UEFA Champions League para garantir uma vaga no torneio da próxima temporada. A última vez que o Chelsea ficou de fora da competição europeia foi na temporada 2002/2003.

Category: Competições

Tags:

Article by: Márcio Canedo