Bola do Mundial de Clubes terá chip

Jérôme Valcke diz que o uso da tecnologia não é obrigatório (Foto: globoesporte.com)

A FIFA autorizou, em reunião em Zurique na Suíça, que a bola usada no Mundial de Clubes terá um chip para evitar erros de arbitragem e que nenhum time seja prejudicado na competição. O dispositivo estará conectado com as traves e emitirão um som quando a bola ultrapassar a linha do gol. Será a primeira vez que esta nova tecnologia será utilizada. Se seu uso surtir uma boa repercussão, a prática será implantada na Copa das Confederações e na Copa do Mundo no Brasil, em 2013 e 2014 respectivamente.

O uso deste recurso não será obrigatório, e os países envolvidos no caso poderão expressar opiniões sobre aceitar a proposta.

“No que se refere à Copa das Confederações e à Copa do Mundo, vamos assumir os custos e deixar os sistemas nos estádios do Brasil depois. Ou seja, já terão as tecnologias instaladas. Os custos na atualidade oscilam entre US$ 150 mil e US$ 250 mil por sistema instalado. Antigamente, uma TV de plasma custava € 10 mil e hoje é possível achar por € 500. Com o tempo o valor reduzirá. Mas repito, não é obrigatório”, disse o secretário-geral da FIFA Jérôme Valcke.

Jérôme também falou na reunião em ajudar os países mais pobres implantando o sistema, mas descarta que possa ser imediato, já que a maior preocupação sejam os países de mais expressão no futebol.

Category: Competições

Tags:

Article by: Rodrigo Batista