Apesar do alívio com a vitória, para Mourinho a atuação do Chelsea não justificou o placar

Com a vitória, Chelsea assume a primeira colocação do grupo (Foto: Chelsea FC)
Com a vitória, Chelsea assume a primeira colocação do grupo (Foto: Chelsea FC)

Em sua tradicional entrevista coletiva, José Mourinho comentou com os jornalistas presentes sobre a vitória por 4 a 0 contra o Maccabi Tel-Aviv, pela UEFA Champions League. Mourinho falou sobre a atuação de sua equipe e acredita que o Chelsea já jogou partidas melhores esse ano. O treinador português reclamou também das condições do estádio em Israel.

Leia também: Em jogo fácil, Chelsea joga para o gasto e vence Maccabi Tel Aviv

Após sair na frente com Gary Cahill e ver Tal Ben Haim ser expulso, as coisas pareciam mais tranquilas para o Chelsea. Apesar do placar elástico, Mourinho acredita que os Blues já tiveram melhores jogos nesta temporada, nas quais não saíram com a vitória. O resultado, pelo menos, traz ânimo aos jogadores para as próximas partidas:

“O resultado foi bom para nós, apesar de que o Maccabi não merecia uma derrota assim. Eles competiram bem no segundo tempo mesmo com um homem a menos. Eles tiveram uma grande chance defendida por Begovic. Nós ficamos dormindo nos primeiros 20 minutos do segundo tempo. Super confiantes de que faríamos o segundo gol a qualquer momento. Mas apenas quando sentimos o perigo por perto, reagimos. O time teve uma boa reação a isso.”

Durante o jogo, John Terry saiu machucado. Ramires, no dia anterior, também foi vetado do jogo após uma lesão no treino. Para Mourinho, o gramado do estádio Sammy Ofer foi o responsável pelas lesões dos jogadores:

“Eu disse na entrevista antes do jogo que um estádio tão lindo como esse e com um público tão apaixonado como esse merecia um gramado melhor. Tentamos nos proteger treinando apenas por alguns minutos, e pra minha surpresa, o Maccabi treinou logo após a gente. Mais o aquecimento antes da partida. O gramado estava em péssimo estado.

Ramires deu um carrinho e saiu machucado. Terry sentiu o tornozelo e ainda não sabemos a gravidade da lesão. Estava apenas 1 a 0 quando Terry saiu e eu sabia que estaríamos com problemas. Meu departamento médico é muito bom e eu sei do desejo dele, mas para ele sair durante uma partida, eu não ficaria confiante em poder contar com Terry contra o Tottenham.”

Mourinho comentou sobre o terceiro gol da equipe, marcado por Oscar:

“Fiquei muto feliz porque era algo que eu realmente queria na equipe. Alguém finalizando após um cruzamento na área.”

Com a vitória do Dynamo de Kiev em cima do Porto, Mourinho comentou também sobre a situação do grupo, onde as três equipes estão separadas por apenas dois pontos:

“Pelo grupo, eu preciso de uma calculadora. Sei que se ganharmos, nós seremos os primeiros. Sei que se perdemos, disputaremos a Europa League. Se empatarmos, sei que é complicado. Eu tenho apenas que pensar que temos que vencer nossa partida.”

Category: Competições

Tags:

Article by: Diego Lepre

Carioca, estudante de Jornalismo e apaixonado pelo Chelsea.