Andy Myers elogiou a eficiência do Chelsea nas cobranças de pênaltis. (Chelsea FC / Website)

Andy Myers elogia postura do Chelsea na EFL Trophy

Andy Myers, técnico da equipe de desenvolvimento do Chelsea, elogiou a equipe após a vitória nas penalidades máximas contra Walsall, jogo válido pela segunda rodada da EFL Trophy. O time londrino empatou no tempo regulamentar por 1 a 1, gol de Dynel Simeu. Por outro lado, o Chelsea converteu todas as penalidades máximas e venceu o confronto por 5 a 3 na marca da cal.

O Chelsea converteu com Russell, Fiabema, Ballo, Simeu e Maatsen. Ou seja, 100% de aproveitamento nas cobranças. Por outro lado, Noman perdeu o primeiro pênalti para o Walsall. Posteriormente, Holden, Adebayo e Lavery converteram. Por fim, 5 a 3 nas penalidades máximas para o Chelsea.

O jogo

Dynel Simeu marca no tempo regulamentar e Equipe de desenvolvimento do Chelsea vence nos pênaltis
Dynel Simeu marca no tempo regulamentar. Posteriormente, equipe de desenvolvimento do Chelsea vence nos pênaltis. (Chelsea FC / Website)

“Foi um jogo muito bom e as duas equipes foram muito competitivas. Para uma equipe tão jovem, seguimos o plano de jogo e enfrentamos [um time com] a presença física, como a do Walsall. Entretanto, nós também apresentamos um bom futebol em momentos do jogo”, iniciou o técnico do Chelsea.

“Eu fiquei muito satisfeito com o resultado, mesmo tendo sido nos pênaltis. O time mostrou grande caráter após uma queda dentro do jogo e [os atletas] também mostraram o que podem fazer com a bola em posse”, afirmou Myers.

Os pênaltis e ponto extra

Segundo o regulamento do campeonato, a vitória na decisão n penalidades máximas também vale um ponto. Ou seja, a equipe comandada por Andy Myers conseguiu dois pontos em atuação fora de Kingsmeadow.

Além disso, Andy Myers demonstrou sua felicidade no ótimo aproveitamento da equipe londrina nos pênaltis. Por fim, elogiou o goleiro do Chelsea pela defesa na primeira finalização. “Tenho que dizer que os pênaltis foram de primeira classe e Lucas Bergstrom fez uma grande defesa no início, o que desempenhou um papel importante. É ótimo ter um ponto extra. Precisávamos ganhar esse jogo para ter a chance de classificarmos em nosso último jogo, em novembro, contra o Bristol Rovers”, afirmou o técnico Andy Myers.

Próximos duelos

Por fim, o próximo jogo da equipe de desenvolvimento do Chelsea será contra o Arsenal, na Premier League 2. O clássico londrino será realizado em Kingsmeadow, casa do Chelsea, no domingo (4), às 8h (horário de Brasília), com transmissão do site do Chelsea ou do aplicativo 5th Stand.

Segundo o calendário da EFL Trophy, o próximo compromisso do Chelsea será contra o Bristol Rovers, dia 18 de novembro, às 16h45 (horário de Brasília), no Memorial Stadium, em Bristol. Vale ressaltar que o Chelsea foi derrotado no primeiro compromisso na EFL Trophy, contra o Oxford United. Relembre o jogo aqui.

Reforço das categorias de base

Além disso, as categorias de base do Chelsea vão contar com o reforço de Bashir Humphreys. (Chelsea FC)

Bashir Humphreys, zagueiro do Sub-18, assinou seu primeiro contrato com o Chelsea Football Club. O jogador de 17 anos foi capitão da equipe de Ed Brand, técnico do Sub-18, em várias partidas na atual temporada. Consequentemente, Bashir é considerado um pilar defensivo para a equipe londrina de base. O atleta ampliou seu vínculo contratual até 2025 com o clube de Stamford Bridge. O zagueiro estreou no Chelsea na equipe Sub-15, atuando anteriormente no Reading. Além disso, Humphreys representou a Inglaterra Sub-16 e fez sua estreia na FA Youth Cup, no sub-18, na temporada 2019/20.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.