Chelsea submete projeto final de reforma de Stamford Bridge à prefeitura de Londres

resize

Após mais de dois anos de planejamento, o Chelsea finalmente submeteu o projeto de expansão de Stamford Bridge, que terá capacidade expandida para 60 mil torcedores, no órgão especializado da prefeitura de Londres. Esta etapa acontece após as consultas à comunidade e torcedores sobre o projeto terem sido bem-sucedidas e com ótimas avaliações de moradores do entorno do estádio e da comunidade do clube em geral.

O projeto submetido vai agora ser analisado pela London Borough of Hammersmith and Fulham, órgão regional de Londres responsável pela região da capital inglesa onde se encontra o estádio dos Blues. O órgão funciona como uma subprefeitura e terá agora a palavra para dar ou não o aval para o início das obras.

Os principais detalhes do projeto são:

– Expansão da capacidade do estádio de 41.600 para 60.000 espectadores;

– Uma excelente vista do gramado a partir de todos todos os lugares;

– Uma arena concebida para criar uma atmosfera emocionante;

– Acesso directo à estação de Broadway e de Fulham, tornando a viagem para o estádio mais eficiente;

– Melhoria nas instalações de cada setor e também do entorno do estádio.

Outras características da reforma incluem construções auxiliares ao estádio, incluindo uma loja do clube e um museu, além de um restaurante/café externo ao Stamford Brdige. Além disso, o processo de concepção do novo estádio envolve também um processo de escavação do terreno, fazendo com que o gramado seja alguns metros abaixo do nível atual, o que possibilitará aumentar as arquibancadas sem que seja preciso ampliar as divisas atuais do estádio.

Também está incluída na reforma a construção de plataformas (decks) sobre parte das linhas de metrô que circulam ao redor do estádio, para melhorar o acesso de pedestres e tornar o entorno do estádio mais móvel.

O London Borough of Hammersmith and Fulham fará agora consultas a engenheiros, especialistas e membros da comunidade até o início da janeiro e, uma vez com os relatórios de todos em mãos, procederá à tomada de decisão. Porém o processo de planejamento deve continuar ainda para além do final da atual temporada; e se a análise for positiva e a permissão de planejamento for concedida, ainda haverá muito trabalho a se fazer antes do remodelamento do estádio poder iniciar, incluindo a obtenção de vários outros consentimentos.

Com isso, imagina-se que o Chelsea ainda jogará a próxima temporada no atual Stamford Bridge, antes de se mudar, na temporada 2017/2018, para uma casa temporária, possivelmente para Wembley. É esperado que as obras durem três temporadas, assim, o Chelsea voltaria a jogar em sua casa já ao início da temporada 2020/2021.

Veja algumas imagens de como será o estádio:

Novo Stamford Bridge será inspirado na Abadia de Westminster
Novo Stamford Bridge será inspirado na Abadia de Westminster (Imagens: Herzog & de Meuron)

3037 resize stamford-bridge-model-new-chelsea-stadium-1

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Márcio Canedo