Ancelotti aponta o problema de Mourinho no Chelsea: “Pagou pela falta de motivação entre os jogadores”

Ancelotti e Mourinho em confronto entre Chelsea e Internazionale, pelas oitavas de final da Champions League de 2009/2010 (Foto: Tom Jenkins/Guardian)
Ancelotti e Mourinho em confronto entre Chelsea e Internazionale, pelas oitavas de final da Champions League de 2009/2010 (Foto: Tom Jenkins/The Guardian)

Em entrevista para a mídia inglesa, Carlo Ancelotti, que será o novo técnico do Bayern de Munique na próxima temporada, acredita que a falta de motivação de José Mourinho para com seus jogadores, foi fator preponderante pelo momento ruim vivido pelo Chelsea e consequentemente pela demissão do português.

Depois de vencer a Premier League e Capital One Cup na última temporada, Mourinho não conseguiu manter seu elenco jogando em alto nível. Pelo campeonato inglês, em 16 jogos comandando o Chelsea, a equipe já havia sido derrotada nove vezes, tendo perdido quatro partidas em casa.

Em declarações recentes, Demba Ba, que passou uma temporada com Mourinho, disse que o técnico não motiva seus jogadores e que se percebe que um jogador não tem confiança, apenas saca-o do time titular.

“Ele não é alguém que está lá para dar confiança aos seus jogadores. Está lá para conseguir tirar o máximo que puder deles. Ele espera que você motive a si mesmo e se  não estiver num momento confiante, tudo que faz é te colocar no banco”, disse Ba.

Ancelotti, vencedor da Premier League e FA Cup de 2009/2010 pelo Chelsea, afirmou que um técnico deve buscar sempre manter seus jogadores motivados.

“Quando as coisas estão indo bem, existe o risco de relaxamento e quando as coisas vão mal, obviamente, há uma perda de confiança. O treinador deve sempre manter um bom equilíbrio nesse sentido, levantando os níveis de confiança, particularmente quando as coisas não parecem funcionar”.

O novo técnico do Bayern, que substituiu Mourinho no Real Madrid, assim que o português retornou para o time de Stamford Bridge, disse que o Special One acabou pagando o preço por não motivar seus atletas num período difícil.

“É um pouco disso que Mourinho pagou (sobre a falta de confiança) e o fato de a equipe não começar como na temporada passada, quando teve um grande desempenho. Este ano foi exatamente o oposto e ele pagou pela falta de motivação entre os jogadores”, finaliza.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Murilo César