Podemos salvar a temporada

Bom dia, finalistas!

O clima de alívio pode ser o predominante nesta segunda-feira em Cobham. Virtualmente fora do top 4  na Premier League, resta aos Blues terminarem 2017/18 com alguma dignidade, e aí está ela. Pelo segundo ano consecutivo, o Chelsea chega à final da FA Cup, desta vez contra o Manchester United de José Mourinho.

Ano passado, o espetacular título inglês superou o vexame que foi perder a final para o Arsenal, que já dava seus sinais de time em péssima fase. Agora, amigos, o Chelsea ganhou a oportunidade de fazer o jogo da temporada, e por que não salvar a temporada?

O time passou longe de defender o título nacional, caiu precocemente na Champions League e conseguiu ser eliminado para o Arsenal nas semis da Copa da Liga. Se contentar com a FA Cup pode não ser o pior pesadelo, até mesmo pela tradição e valorização do torneio. Como exemplo, posso dar a temporada 2008/09.

Em 08/09, título sobre o Everton foi o único da temporada (Foto: Getty Images)

E não se trata de um exemplo literal, pois aquele time era MUITO BOM. Cech, Ivanovic, Terry, Cole, Essien, Lampard, Ballack, Drogba e cia. Terceiro colocado na Premier League, eliminado na Copa da Liga e derrubado nas semis da Champions. Sobrou o título da FA Cup, um 2 a 1 sobre o Everton.

Redenção?

O time de hoje não passa perto daquele, em futebol ou relevância na história do clube. Mas quando vamos falar de títulos, as coisas podem ser igualar em 19 de maio. Ganhar a FA Cup sobre o United pode dar uma despedida honrosa a Antonio Conte, pode encerrar a temporada com sentimento de esperança, e quem sabe impulsionar a construção de um time vencedor para 2018/19.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

Lucas Sanches

Eterno projeto de jornalista. Apaixonado por futebol e viúvo do Fernando Torres. Hazard é o melhor jogador do mundo. Twitter: sanches_07