Ninguém é mais ‘espanhol’ que o Chelsea, dentro das redes

O elenco atual do Chelsea conta com cinco jogadores espanhóis. É a nacionalidade mais representada no clube no momento, superando até mesmo a Inglaterra. Parece muito para uma agremiação de fora da Espanha, mas pouco quando comparado aos esquadrões das equipes daquele próprio país. Só que, com “apenas” o quinteto, o Leão londrino alcançou uma curiosa marca nesta terça-feira (26).

Os gols da vitória em casa sobre o Brighton, por 2 a 0, saíram dos pés de Morata (artilheiro do time na Premier League, com 10) e Fàbregas. Com isso, os Blues chegaram, na temporada, ao 20° tento “fabricado” por atletas da nação campeã mundial de futebol em 2010. Nenhum time da liga disputada por Real Madrid, Barcelona e outras 18 equipes celebrou mais bolas na rede chutadas por espanhóis que o azul da capital inglesa. Para ser justo, existe um que até (e no máximo) empata nesse número: a Real Sociedad. O mais incrível é que, se o Chelsea tem cinco atletas desta nacionalidade, o clube basco abriga somente quatro que não são da terra local, dentre todo o seu plantel, que possui 25 jogadores no total. Também não há time nas demais principais ligas do mundo com tantos ou mais gols “made in Spain“.

A relevância espanhola no elenco londrino parece ser grande. Morata, Fàbregas, Azpilicueta, Alonso e Pedro são os responsáveis por este prestígio. Uns mais, outros menos, evidentemente. A partir daí, fica a pergunta para o torcedor do atual campeão da Inglaterra. Qual seria a ordem de importância dos espanhóis do Chelsea 2017/2018?

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Patrick Monteiro