Matej Delac

A triste história do garoto Matej Delac

Existe uma diferença clara entre atacado e varejo. Enquanto no varejo os produtos são vendidos para o cliente final, com a quantidade reduzida e melhor qualidade, no atacado a ideia é vender muitos produtos por um preço reduzido.  No Brasil, quando você compra muitos produtos (e alguns não servem para o seu propósito principal) é utilizado a máxima: “comprou de batelada” (fig.).

No início da temporada 2010/2011, o Chelsea havia conquistado mais um título inglês.  O técnico, que continuava no cargo, era Carlo Arcelotti. Naquela política de comprar e emprestar jogadores no atacado, o Chelsea adquiriu o jovem goleiro Matej Delac, que nasceu na Bósnia-Herzegovina mas acabou se nacionalizando Croata. Mesmo sua equipe, NK Inter Zapresic terminando a temporada em 15º lugar (com a mesma pontuação do rebaixado NK Zagreb, mas com duas vitórias a menos), como resultado da política do Chelsea, Delac foi adquirido pelo valor de £2.70m!

A ideia com o jovem goleiro (possuía apenas 18 anos incompletos na época), era para defender o poderoso Chelsea, sendo o 3o. goleiro do plantel: Petr Cech era o titular absoluto e Ross Turnbull o eterno substituto. Isto porque, provavelmente, Henrique Hilário (na época com 34 anos) iria decididamente “pendurar as chuteiras”.

Porém Hilário, decididamente, resolveu não se aposentar na temporada 2010/2011, e Matej Delac precisou sem emprestado, exatos 30 dias após assinar contrato com o Chelsea, para, como dizem os especialistas “adquirir experiência” (sic).

Equipes emprestadas

Em sua passagem pelo Chelsea, Delac foi emprestado para NOVE equipes de incríveis OITO países diferentes.

  • 01/01/2010 – Vitesse (Holanda)
  • 01/09/2011 – SK Dynamo Ceske Budejovice (República Checa);
  • 17/07/2012 – Vitória de Guimarães (Portugal);
  • 10/01/2013 – NK Inter Zapresic (Croácia);
  • 08/07/2013 – FK Vojvodina Novi Sad (Sérvia);
  • 01/01/2014 – FK Sarajevo (Bosnia-Herzegovina);
  • 01/09/2014 – Athlétic Club Arlésien (França);
  • 27/02/2015 – FK Sarajevo (Bosnia-Herzegovina);
  • 22/07/2016 – Royal Excel Mouscron (Bélgica)

Desde 30/06/2017, Matej Delac está treinando no Chelsea, porém, relegado a divisões inferiores; tanto que nem número da camisa possui. O Chelsea possui três goleiros registrados em seu plantel, com os seguintes números: Thibaut Courtois (13), Willy Caballero (1) e Eduardo (37).

Portanto, a pergunta da matéria, o cerne, o núcleo. a questão principal é: nesses longos oito anos no Chelsea, quantas partidas oficiais Matej Delac disputou pelo Chelsea?

Nenhuma.

Aliás vou mais longe ainda. Nunca sequer Delac vestiu a camisa em uma partida oficial, ou seja, nem no banco de reservas foi sequer relacionado.

A partida solitária do jovem Matej Delac

Mesmo que nunca Delac tivesse disputado uma partida oficial no Chelsea, ele, finalmente, foi titular em um amistoso contra a equipe do NK Olimpija Njubljana da Eslovênia, no dia 27/07/2014.  Neste dia o Chelsea entrou com a seguinte equipe:

  • Matej Delac
  • Filipe Luiz,  Zouma, Cahil e Azpilicueta,
  • Fàbregas, Boga e Matic;
  • Brown, Diego Costa e Salah.

Entraram durante a partida: Solanke, Cech, Ivanovic, Romeo, van Gilkel, Challobah, Bamford, Terry, Torres e Aké. Os únicos jogadores que não entraram foram: A.Christensen e L.Baker.

O Chelsea venceu por 2×1: gols de Diego Costa e Zouma. O técnico na época? J.Mourinho.

O destino, longe do Chelsea

Como resultado do término de seu contrato em Junho de 2.018, agora, aos 25 anos, finalmente Delac, foi liberado gratuitamente para o AC Horsens da 1a. divisão da Dinamarca (sua 11a. equipe). O sonho de garoto de assinar contrato com um dos gigantes europeus, durou exatos (e longos) 8 anos – de 01/07/2010 até 01/07/2018.  Delac é apenas mais um entre inúmeros jovens, do Chelsea, que são adquiridos “de batelada” (fig).

Relembre os únicos 45 minutos que Delac vestiu uma camisa do Chelsea, em um amistoso.

#GoBlues

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Dalton Gerth