Ramires quer sair. E um negócio com o Borussia Dortmund não seria ruim para o Chelsea

O brasileiro perdeu espaço na equipe (Foto: REX Features)

O brasileiro perdeu espaço na equipe (Foto: REX Features)

O Borussia Dortmund estaria interessado ​​em assinar com o médio-defensivo do Chelsea, Ramires. Segundo o jornal espanhol Fichajes, o Dortmund tentará assinar com o jogador brasileiro ainda em janeiro deste ano, pois o mesmo está aparentemente perturbado com a reserva em Stamford Bridge.

O jogador de 28 anos foi deixado de lado pelo novo chefe Guus Hiddink, com o holandês preferindo John Obi Mikel no centro do meio-campo. É ainda compreendido que Ilkay Gundogan, cujo tem sido associado com o Liverpool, poderia ser utilizado em um possível negócio.

Ramires foi o terceiro brasileiro da Era Abramovich. Antes dele chegaram o zagueiro Alex, na temporada 2004/2005, vindo do Santos, com 22 anos na época, por 5.7 milhões de libras; e o meio campista Mineiro, na temporada 2008/2009, com 32 anos na época, mas que estava sem clube, em uma negociação bizarra envolvendo Felipão.

O volante foi contratado junto ao Benfica na temporada 2010/2011 por 17 milhões de libras. O jogador, com 23 anos na época, foi adquiro do clube luso juntamente com seu compatriota e companheiro de time David Luiz. Ramires viveu altos e baixos em sua trajetória no Chelsea. O atleta, que já foi utilizado com primeiro volante, segundo volante e até meia direita, teve seu maior momento nos Blues na temporada 2011/2012, sendo peça importante no time que ganhou o título da Liga dos Campeões. Como não se lembrar daquele gol na semifinal contra o Barcelona?

Na atual temporada, não vem conseguindo repetir boas atuações de outrora, assim como todo o time. O brasileiro que desde que chegou se mostrou uma alternativa viável aos técnicos, seja sendo titular ou como opção no banco, não está satisfeito com os poucos minutos recebidos pelo técnico Guus Hiddink.

Uma possível negociação de troca envolvendo o alemão Gundogan é vista com bons olhos tanto pela diretoria quanto pelo técnico holandês. Gundogan, que se destacou jogando pelo Borussia Dortmund, poderia ocupar uma vaga no hoje frágil meio de campo dos Blues, que conta com Mikel, Matic, Fabregas e Loftus-Cheek para esse setor.

O ciclo de Ramires no Chelsea pode estar chegando ao fim, e caso uma negociação seja concretizada, o brasileiro que chegou como uma incógnita ao time sairia pela porta da frente e com o nome cravado na historia do clube.

Renan Oliveira