Na História: Chelsea impede recorde de goleiro do Southampton

Chelsea e Southampton se enfrentam no sábado (17), às 11h, em Stamford Bridge

O Na História de hoje fala sobre o ano de 2016. Um passado nem tão distante, é verdade, mas tematiza os selecionados do confronto do final de semana: Chelsea e Southampton. O duelo que será protagonizado no sábado (17), às 11h (horário de Brasília), em Stamford Bridge, é a pauta da publicação histórica desta quinta (15). Em 2016, o Chelsea estava ciente da dificuldade que teria em duelar fora de casa contra os Saints. A equipe do St. Mary’s estava há seis jogos sem sofrer gols na Premier League. Ou seja, muito próxima de igualar o recorde do clube. Desta vez, com Fraser Forster, o defensor da meta do Southampton. Confira mais detalhes no Na História de hoje.

Anteriormente, o goleiro Paul Jones, também do Southampton, conseguiu a expressiva marca de sete jogos seguidos com clean sheets. O feito de Jones foi obtido na temporada 2000/01. Em outras palavras, a marca do Southampton não foi tinha sido igualada – muito menos, superada – nos últimos 15 anos. Por isso, o jogo entre Southampton e Chelsea, do dia 27 de fevereiro de 2016, era observado com tanta empolgação pelos fãs do Saints. Não sofrer gols contra o Chelsea significaria pontuar contra uma forte equipe da Premier League e conseguir um novo feito para a história do clube.

A culpa é do Chelsea

Ivanovic foi decisivo nos momentos finais. Por outro lado, Fàbregas fez o primeiro gol londrino no duelo. (Chelsea FC/Reprodução)

Entretanto, o time londrino foi o responsável pela quebra da sequência de clean sheets do Saints. Para ser mais preciso, a sequência ficou distante de ser quebrada por 15 minutos e acréscimos. Afinal, o Southampton vencia o Chelsea até os 30 minutos do segundo tempo na oportunidade. 15 minutos e o tempo adicional separavam Forster do recorde estabelecido por Paul Jones, a quinta melhor marca da história da Premier League. Entretanto, não foi possível ao Southampton. Primeiramente, Cesc Fábregas e, posteriormente, Branislav Ivanovic reverteram o cenário para um quadro de três pontos ao time de Stamford Bridge.

O ano de 2016 foi marcado como um ano de retomada ao goleiro Fraser Forster. O arqueiro tinha sofrido uma lesão que o tirou dos gramados por nove meses. Por outro lado, o retorno do goleiro aos compromissos futebolísticos foi espetacular. Em suma, sete jogos sem sofrer gols, sendo seis clean sheets na Premier League. Além disso, no jogo contra o Chelsea, o Southampton abriu o marcador e segurou a vantagem no placar até – o já mencionado – minuto 30 do segundo tempo. Os Saints fizeram o tento inaugural com Shane Long. Entretanto, a possibilidade de Forster ser dono de uma dentre as cinco melhores marcas da Premier League foi extinguida pelo espanhol Fàbregas.

Registros do Chelsea Brasil

O Chelsea Brasil publicou o pós-jogo do Southampton 1-2 Chelsea com seguinte título. ”Na pressão e no coração, Chelsea vira e vence Southampton”. Além disso, veja a descrição dos gols que encerraram a possibilidade de marca história e pontuação do Southampton.

O empate veio aos 75, quando Fàbregas cruzou bola na área do Southampton. Não havendo qualquer desvio, a bola balançou as redes. Após o tento, o Chelsea pressionou ainda mais e os Saints se retraíram. Faltando cinco minutos para o final da partida, Oscar arriscou novamente de média distância, mas a bola não levou grande perigo à meta de Forster, que fez fácil defesa.”, iniciou sobre o gol de Cesc Fàbregas.

“A vitória veio aos 89, quando Willian cobrou corner na cabeça de Ivanovic, que se superiorizou aos defensores rivais e marcou, dando números finais à partida e aumentando a invencibilidade dos Blues na Premier League”, concluindo os registros textuais de Wladimir Dias, autor do pós-jogo do Chelsea Brasil, com a descrição do gol de Ivanovic.

Por fim, Fraser Forster concedeu o seu primeiro gol em 708 minutos de bola rolando na Premier League. Na oportunidade, foi a décima vez que os Saints lideraram uma partida, em casa, na temporada. Essa marca foi obtida justamente frente ao Chelsea, após o tento de Shane Long. Consequentemente, a marca de 10 lideranças de placar do Southampton igualou a sequência do Chelsea que também era detentor da estatística de 10 lideranças inaugurais no marcador.

Os times

Primeiramente, vale o registro de ter sido um duelo entre técnicos holandeses. Ronald Koeman, atual técnico do Barcelona, era o treinador dos Saints. A equipe da casa entrou em campo com a seguinte formação. Fraser Forster, Cedric Soares, Virgil Van Dijk, José Fonte e Ryan Bertand; Jordy Clasie, Oriol Romeu, Steven Davies, Shane Long e Matt Targett; Charlie Austin. Por outro lado, três suplentes participaram do embate. Graziano Pellè, James Ward-Prowse e Sadio Mané.

Assim sendo, o Chelsea foi escalado por Guus Hiddink para o embate fora de casa. Thibaut Courtois, Cesar Azpilicueta, Gary Cahill, Branislav Ivanovic e Baba Rahman. John Obi Mikel, Cesc Fàbregas; Eden Hazard, Willian e Pedro; Diego Costa. Além desses atletas, Oscar, Kenedy e Nemanja Matic participaram do embate.

Por fim, os gols do jogo foram marcados por Shane Long, aos 42 minutos do primeiro tempo. Na etapa complementar, Fàbregas marcou aos 30 e Ivanovic cabeceou para o fundo do gol aos 44 da etapa final.

Maiores sequências sem sofrer gols na Premier League

Petr Cech tem estatísticas na lista de maiores sequencias de jogos sem sofrer gols. (Foto: Getty Images)

1º – Van der Sar (Manchester United_ – 2008/2009 – 14 jogos

2º – Petr Cech (Chelsea) – 2004/2005 – 10 jogos

3º – Reina (Liverpool) – 2005/2006 – 8 jogos / Petr Cech (Chelsea) – 2006/2007 – 8 jogos

5º – Peter Schmeichel (Manchester United) – 96/97 e 97/98 – 7 jogos / Neville Southall (Everton) – 94/95 – 7 jogos / Paul Jones (Southampton) – 2000/2001 – 7 jogos

8º – Fraser Forster (Southampton) – 2015/2016 – 6 jogos / Alex Menninger (Arsenal) – 97/98 – 6 jogos / De Gea (Manchester United) – 2012/2013 – 6 jogos / Joe Hart (Manchester City) – 2014/2015 e 2015/2016 – 6 jogos / Petr Cech (Chelsea) – 2004/2005 e 2005/2006 – 6 jogos

Petr Cech e as marcas

Por fim, observando a lista acima, Chelsea e Petr Cech são mencionados nas sequências sem gols sofridos na Premier League – os clean sheets. O goleiro checo é dono de várias marcas positivas de jogos sem gols. A maior marca do arqueiro do Chelsea foram os 10 compromissos consecutivos sem sofrer gols na temporada 2004/05. Por outro lado, Cech obteve séries de oito e seis jogos sem sofrer gols com o clube de Stamford Bridge.

Atualmente, Petr Cech atua em um cargo diretivo no Chelsea. Inclusive, Petr Cech foi o responsável por indicar Edouard Mendy, novo goleiro do clube londrino, para Frank Lampard. Relembre o que disse Cech sobre Mendy, goleiro que também saiu do Rennes para o Chelsea.

Veja também: Os textos anteriores do Na História.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.