Lupa Tática: Vitória e superioridade do Chelsea contra Newcastle

Chelsea soma a 5ª vitória consecutiva e o 9º jogo invicto no calendário 2020/21

O Lupa Tática de hoje fala sobre Newcastle 0x2 Chelsea, jogo válido pela 9ª rodada da Premier League. Com o resultado, a equipe de Londres reafirma sua posição de candidato aos primeiros postos da tabela. Essa foi a 5ª vitória consecutiva e o 9º jogo invicto no calendário 2020/21. Primeiramente, os triunfos contra Krasnodar e Burnley. Posteriormente, Rennes, Sheffield United e Newcastle United. Além disso, o Chelsea acumula a expressiva marca de seis clean sheets nos últimos sete jogos. Sevilla e Manchester United, Krasnodar, Burnley e Rennes. Por fim, o Newcastle United.

Assim sendo, o Chelsea chega aos 19 pontos após nove partidas realizadas. Cinco vitórias, três empates e uma derrota. 22 gols foram marcados pelo Chelsea e 10 gols foram sofridos na competição nacional. Para o duelo contra os Magpies, o Chelsea entrou em campo com a seguinte escalação. Mendy; James, Zouma, Rudiger e Chilwell (Emerson 81); Kanté (cap.), Kovacic e Mount; Ziyech (Giroud 86), Abraham (Hudson-Odoi 75) e Timo Werner.

Avaliação Chelsea (SofaScore)

Edouard Mendy 7.4; Chilwell 7.1, Rudiger 7.3, Zouma 7.5 e James 7.2; Mount 7.4, Kanté 7.2 e Mateo Kovacic 7.6. Werner 6.4; Abraham 7.8 e Ziyech 7.1

Lupa Tática e Destaques do jogo

Abraham marcou o segundo gol do embate e deu números finais ao jogo. Ou seja, o Chelsea acumulou o quinto jogo consecutivo com vitórias no calendário.

Lupa Tática: Abraham marcou o segundo gol do embate e deu números finais ao jogo. Ou seja, o Chelsea acumulou o quinto jogo consecutivo com vitórias no calendário. (Chelsea FC / Site)

Tammy Abraham

Iniciamos os destaques do Lupa Tática com Tammy Abraham. O camisa 9 do Chelsea marcou 23 gols, em todas as competições, desde a temporada passada. Nenhum outro atleta do clube de Stamford Bridge apresenta índices superiores ao do centroavante. Essa marca é reiterada na parte inferior deste texto. Nesse momento, o primeiro ponto que deve ser destacado são as funções de Tammy Abraham. O jogo de pivô funcionou em dois momentos com Abraham. Ele ‘fez a parede’ para Werner finalizar em duas ocasiões. Em ambas as chances, o alemão não conseguiu balançar as redes. Entretanto, essa situação foi uma válvula de escape para um Newcastle extremamente fechado  – no sistema 5-4-1, sem a bola.

No segundo tempo, Werner fez a transição defesa/ataque rapidamente e acionou Abraham, que finalizou para o fundo do gol rival. O fato é que Tammy está em grande fase. É rápido e veloz, ou seja, não é um centroavante estático… Muito longe disso. Por outro lado, ele consegue infiltrações nas linhas defensivas e fazer o pivô para quem está ‘chegando’ da linha de criação.

N’Golo Kanté

Segundo o SofaScore, N’Golo Kanté recebeu a avaliação 7.2 – nota positiva, mas distante da maior avaliação do jogo, de acordo com o portal, que foi Tammy Abraham com 7.8. Entretanto, o capitão do Chelsea protagonizou dois cortes, três interceptações e quatro desarmes. Fez apenas uma falta e apresentou 89% de aproveitamentos nos passes. Por fim, Frank Lampard, em sua entrevista coletiva, elogiou N’Golo Kanté e seu desempenho contra o Newcastle. O técnico afirmou que a comissão técnica está cautelosa com o atleta e com a parte física dele.

Dupla de zaga

Posteriormente, Lampard disse que tem confiança em Rudiger e o alemão, ao lado de Kurt Zouma, foram importantes hoje. Ele demonstrou satisfação com Antônio Rudiger e pela obtenção do clean sheet. Por falar em clean sheet, o treinador exaltou mais um jogo sem gols e apontou que o feito proporciona mais confiança ao plantel.

Reece James

O lateral foi muito participativo no jogo. Principalmente, no primeiro tempo. Ao todo, James deu 102 toques na bola e acumulou 94% de precisão nos passes (72/77). O defensor protagonizou três cortes e dois desarmes. Além disso, James venceu os dois duelos aéreos em que foi exigido. O lateral passou boa parte do tempo avançado e como opção ofensiva para a equipe de Londres mas, no segundo tempo, ele foi menos participativo. Afinal, os 15 primeiros minutos da etapa complementar foram de mais presença ofensiva do time mandante.

Mason Mount

Mason Mount desarmou duas vezes e ganhou cinco dos sete duelos terrestres. Além de um duelo aéreo em duas ocasiões exigidas. Nos 90 minutos de duelo, o meio-campista teve 92% de aproveitamento dos passes e sofreu duas faltas no jogo. É verdade que ele perdeu 11 posses de bola. Por outro lado, Mount teve 100% de precisão das três bolas longas protagonizadas por ele.  Muito participativo, o atleta deu 91 toques na bola durante o jogo contra o Newcastle.

Números do jogo (Newcastle 0x2 Chelsea) (via SofaScore)

O próximo duelo do Chelsea será contra o Rennes pela UEFA Champions League. Posteriormente, o time de Londres enfrenta o Tottenham, em Stamford Bridge.

O próximo duelo do Chelsea será contra o Rennes pela UEFA Champions League. Posteriormente, o time de Londres enfrenta o Tottenham, em Stamford Bridge. (Chelsea FC / Site)

Posse de bola total: 28% – 72%
Posse de bola 1º tempo: 21% – 79%
Posse de bola 2º tempo: 37% – 63%

Passes: 284 – 745
Precisão de passes: 206 (73%) – 668 (90%)
Bolas longas: 24/58 (41%) – 34/54 (63%)
Cruzamentos: 1/20 (5%) – 5/15 (33,3%)

Finalizações: 8-14
Finalizações ao gol: 1-3
Finalizações para fora: 4-6
Chutes travados: 3-5

Escanteios: 7-4
Impedimentos 2-2
Faltas: 11-12
Cartões amarelos 2-0

Marcas (via Opta)

N'Golo Kanté tenta desarme no atleta do Newcastle. Por fim, vitória da equipe de Londres por 2 a 0, em St. James Park.

N’Golo Kanté tenta desarmar atleta do Newcastle. Por fim, vitória da equipe de Londres por 2 a 0, em St. James Park. (Chelsea FC / Site)

O Chelsea ampliou sua invencibilidade para sete jogos na Premier League. São quatro vitórias e três empates na competição nacional. É a segunda melhor marca de uma equipe na Premier League. Afinal, o Tottenham tem sete jogos de invencibilidade e pode ampliar para oito duelos sem derrotas, neste sábado (21), contra o Manchester City.

Além disso, o primeiro gol do Chelsea foi marcado por Federico Fernández, contra o próprio gol mandante. Desde a sua estreia na Premier League, em setembro de 2014, nenhum atleta marcou mais gols contra (5 gols) que Federico Fernández (empatado com Lewis Dunk).

Posteriormente, o Chelsea ampliou o marcador com Tammy Abraham. O camisa 9 do Chelsea marcou 23 gols, em todas as competições, desde a temporada passada. Nenhum outro atleta do clube de Stamford Bridge apresenta índices superiores ao do centroavante.

Ainda sobre o segundo gol, a assistência foi concedida por Timo Werner. O alemão fez a transição defesa/ataque e acionou Tammy Abraham, que finalizou para o fundo das redes. Assim sendo, Timo Werner se envolveu em 11 gols nas últimas 10 partidas que atuou. Ou seja, Werner marcou oito gols e deu três passes para gols.

Por fim, Edouard Mendy registrou sete jogos sem sofrer gols em nove aparições com o Chelsea. Em outras palavras, o clean sheet deste sábado (21) foi o quarto jogo sem sofrer gols nos últimos cinco duelos válidos pela Premier League.

Em conclusão, confira aqui outros textos do Lupa Tática.

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.