Fernando Torres almeja estar na lista final da Espanha para a Copa do Mundo

Fernando Torres (Foto: Chelsea FC)

Fernando Torres em ação contra o Cardiff (Foto: Chelsea FC)

Fernando Torres diz estar determinado em aproveitar ao máximo a oportunidade de jogar novamente pela seleção espanhola no amistoso contra a Bolívia, na sexta-feira. O atacante do Chelsea não esteve envolvido na seleção nacional desde o ano passado, mas está na lista provisória dos 30 homens convocados para a Copa do Mundo no Brasil.

Torres, juntamente a César Azpilicueta, foi incluído na lista da Espanha para o jogo contra a Bolívia, sendo essa sua última chance de tentar garantir um lugar no plantel antes que o elenco seja cortado para a Copa em 23 jogadores no dia 2 de junho.

“É muito bom estar de volta à equipe nacional. Eu passei um ano sem estar com a La Roja, desde a Copa das Confederações”, disse o espanhol.

“Eu sabia que alguma coisa poderia acontecer. Ontem eu só estava esperando ouvir meu nome. Eu sabia que poderia ficar aqui ou não, mas agora eu tenho uma chance maior de estar no Brasil.”

“Tem sido um ano difícil, mas eu terminei a temporada muito bem. Sou grato pelas palavras de Vicente, que tem valorizado as minhas performances nas fases finais.”

Com Alvaro Negredo, Fernando Llorente e Diego Costa igualmente fora da lista de convocados para amistoso de sexta-feira, Torres está determinado em deixar uma impressão positiva.

“Sempre houve muita concorrência aqui desde a Euro 2008: (Fernando) Morientes, Raúl, (David) Villa, (Roberto) Soldado, Negredo, agora o Costa… O nível é muito alto, mas não somos rivais, somos companheiros e quem é escolhido para o jogo conta com o apoio de todos.”

“Esta lista é para o jogo contra a Bolívia. Precisamos tirar vantagens desta semana, aproveitá-la e espero que possamos estar na lista final. Estar aqui é um grande passo, mas no futebol até que as coisas estejam feitas, tudo pode acontecer.”

A temporada pode ter terminado de forma decepcionante para Torres a nível de clube, mas o atacante de 30 anos continua confiante de que pode causar impacto no cenário internacional.

“Tem sido um ano estranho em geral, um período de transição no clube”, disse Torres. “Nós estivemos perto de tudo, mas, no final, não conseguimos obter qualquer coisa depois de vários anos ganhando títulos. Em nível pessoal, tem sido o mesmo. Mas estar aqui (com a Espanha) é um grande prêmio.”

“Joguei menos minutos do que em outras temporadas e, talvez, isso pode ser bom para ficar melhor fisicamente. Eu me sinto muito bem, estou feliz e ansioso para começar.”

Outro companheiro de equipe, André Schürrle, uma das importantes peças da Alemanha para a Copa do Mundo, tem sido elogiado pela técnico da seleção, Joachim Low.

“O ano na Inglaterra fez bem à Schürrle, você pode ver em toda sua linguagem corporal”, disse Low. “Ele ganhou mais auto-confiança e vem melhorado. Eu estou muito feliz com ele até agora nos treinos.”

Julia Lourenço