Bélgica tenta apagar mau futebol contra os Estados Unidos

(Foto: Reprodução FIFA/Getty Images)

(Foto: Reprodução FIFA/Getty Images)

Encerrando a fase de oitavas-de-final, a Bélgica, do trio Eden Hazard, Romelu Lukaku e Thibaut Courtois, tenta apagar o ‘mal-futebol’ apresentado na fase de grupos. Os Diabos Vermelhos tem os Estados Unidos pela frente, seleção que eliminou Portugal da Copa. O jogo será transmitido ao vivo pelos canais: Rede Globo, Bandeirantes, ESPN Brasil, SporTV, Fox Sports, FoxSports 2 e Bandsports.

Kompany e Vermaelen podem ser desfalques

Os zagueiros Vincent Kompany e Thomas Vermaelen podem ficar de fora da partida contra os EUA. Os defensores estão se tratando de lesões no Departamento Médico e não são presenças confirmadas em campo. Steven Defour, que fora expulso contra a Coreia do Sul, está fora. Os jogadores do Chelsea, Lukaku, Hazard e Courtois, devem ser titulares.

Jozy Altidore volta aos treinos

Os treinos dos últimos dias trouxeram uma boa notícia para o treinador Jürgen Klinsmann. Jozy Altidore, atacante que está fora desde a primeira rodada da fase de grupos, voltou aos treinamentos e pode ser opção para o técnico. Nos últimos jogos, Clint Dempsey estava sendo improvisado na função do jogador.

Entrevistas Pré-Jogo

Marc Wilmots (Bélgica)

(Foto: Janir Junior)

Wimots elogia boa campanha dos belgas (Foto: Janir Junior)

“Existe um novo torneio agora, pois não fazemos mais cálculos: são 90 ou 120 minutos a cada jogo. É uma nova competição, e estamos com fome pela vitória.”

“É a primeira vez na vida que chegamos com nove pontos de nove disputados. Essa pontuação  é de um time que está no topo. Podemos melhorar uma coisa ou outra, mas estamos dentro do nosso planejamento. Estamos trabalhado há dois anos e meio, agora temos uma organização, centro da equipe está coeso.”

“Se ganharmos, será vitória de todos juntos; se perder, também perdem todos. Acho que vocês assistiram o Brasil x Chile, no fim, no 118º minuto, você tem um chute na trave. É assim que acontece. Vi uma arbitragem fantástica naquele jogo, isso é bom, pois não há nada pior do que ser eliminado de torneio de uma maneira ruim.”

Jürgen Klinsmann (Estados Unidos)

Klinsmann sonha com vaga nas quartas (Foto: Getty Images)

Klinsmann sonha com vaga nas quartas (Foto: Getty Images)

“Estamos muito empolgados de jogar contra a Bélgica. Estamos no mata-mata, que tem uma dinâmica completamente diferente da fase de grupos, e isso nos motiva demais. Passamos por um grupo muito difícil e estamos famintos por resultados. Temos muito respeito, mas não temos medo dos belgas. Acho que vai ser um jogo bastante interessante.”

“Esta é uma oportunidade incrível, e ninguém vai querer esperar outros quatro anos para chegar às quartas. Queremos isso agora. Estamos muito ansiosos para olhar os belgas nos olhos e seguir. O céu é o limite, e queremos um desafio após o outro.”

Campanha na fase de grupos

Bélgica

Os belgas estão com 100% de aproveitamento até agora na Copa do Mundo. Foram três vitórias contra Argélia, Rússia e Coreia do Sul, por placares de 2×1, 1×0 e 0x1, respectivamente. O time do técnico Marc Wilmots, também conta com os impressionantes números de Courtois com a camisa dos Red Devils. Ele já jogou 20 partidas com sua seleção e jamais perdeu. O goleiro espera que a invencibilidade continue nesta Copa.

Estados Unidos

Já pelo lado dos norte-americanos, uma campanha boa até o momento. Vitória sobre Gana na estreia por 2×1, empate com Portugal por 2×2 em partida que os europeus só empataram nos acréscimos, e derrota para a Alemanha por 1×0. Foram segundos colocados com quatro pontos ganhos, e saldo de gols nulo, o suficiente para garantir a vaga.

FICHA TÉCNICA
BÉLGICA x ESTADOS UNIDOS

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 1 de julho, terça-feira
Horário: 17hs (horário de Brasília)
Árbitro: Djamel Haimoudi (AGL)
Auxiliares: Redouane Achik (MAR) e Abdelhak Etchiali (AGL)

BÉLGICA: Courtois; Alderweireld, Van Buyten, Lombaerts (Kompany), Vertonghen; Witsel, Fellaini; Mertens, De Bruyne, Hazard; Lukaku. TÉC: Marc Wilmots.

ESTADOS UNIDOS: Howard; Johnson, González, Besler, Beasley; Jones, Beckerman; Zusi, Bradley, Dempsey; Altidore (Davis). TÉC: Jürgen Klinsmann.

Durante toda a Copa do Mundo, o Chelsea Brasil fará a cobertura do torneio, informando, com o já conhecido empenho, o dia-a-dia dos jogadores dos Blues.

Vinícius Paráboa