Um Chelsea e Liverpool para tirar dúvidas

Depois de um jogo épico na Supercopa europeia 2019, em que imperou o equilíbrio, Chelsea e Liverpool voltam a se defrontar. Nesse jogo europeu, o Chelsea até chegou a ter momentos de grande futebol, conseguindo anular o novo campeão da Europa, que mais tarde voltaria a equilibrar a partida. Aliás, é bom lembrar que a rivalidade que existe hoje entre os dois emblemas de Inglaterra, teve justamente a Europa como catalisador, com os maiores duelos nos em provas europeias. E agora na Premier League?

Depois do 1 a 1 dentro dos 90 minutos, com Giroud a abrir o placar antes do intervalo e Mané a igualar no reatamento, a prorrogação foi de uma intensidade tremenda por parte da duas equipes, num verdadeiro show de bola! Mané bisaria logo no começo, mas o ‘fighting spirit’ dos Blues deu seus frutos num tento de Jorginho. Sem desmerecer, o Chelsea viria no entanto a perder o troféu para o Liverpool no grande sorteio das grandes penalidades. Golpe duro para o time de Stamford Bridge, mas havia motivos também para ficar otimista.

Depois desse jogo, paradoxalmente, a torcida azul até angariou alguma confiança para a nova época, mesmo no meio da desilusão de falhar o primeiro objetivo. Essa grande atuação pareceu apagar a péssima entrada na liga britânica três dias antes, numa humilhação por 4-0 vivida em Old Trafford. Mas a verdade é que o Chelsea de Lampard tem alternado entre o bom e o ruim, antes desse grande duelo da 6a rodada da Premier League. Aliás, os companheiros de Willian vão receber o rival de Liverpool depois de uma nova partida em falso, no jogo que marcava o retorno do atual vencedor da Liga Europa na Liga dos Campeões.

A meio da semana, o Chelsea até partiria como favorito, apesar da qualidade do Valencia. É que o ambiente atribulado que está vivendo o clube ‘Che’ parecia sobremaneira afetar os jogadores, deixando mesmo excelentes perspetivas para o Chelsea, já que muitos até imaginaram que os Espanhóis não fossem dar tudo num movimento de contestação. Os Ingleses, por sua vez, até tiveram mais pose e mais remates à baliza, mas acabaram sofrendo da falta de realismo, à imagem do que tem sido o Chelsea inconstante deste ano, que não conta mais – até se descobrir outro(?) – um grande líder de ataque.

Já o Liverpool, atual campeão continental, teve um início de época excelente, sem qualquer derrota até… o regresso à Europa! O time que faz tremer o Velho Continente teve também uma entrada pouco conseguida na Champions League, perdendo de 2 a 0 no campo do Napoli. Não sendo propriamente dramático, o Chelsea pode aproveitar a um momento de relaxamento do time de Klopp, que tudo fará para fazer com que o incidente sofrido no San Paolo não passe mesmo disso. Por outro lado, os Reds garantiram já 5 pontos de avanço sob o temível Manchester City e não pretendem baixar as armas nem perder terreno.

No Domingo em Stamford Bridge, num jogo que vai encerrar a 6a rodada, naturalmente todos os holofotes vão estar cercando os 22 atletas que bem conhecem seus objetivos, tanto coletivos como pessoais. O Chelsea recebe seu rival consciente que a luta por um lugar de acesso direto à próxima Liga dos Campeões pode se complicar em caso de derrota.

Com 8 pontos apenas em 5 jogos e umas seis equipes brigando pelo mesmo objetivo com todas suas forças, o melhor será mesmo não afundar tão cedo e se reerguer para vincar sua força o quanto antes. E que melhor fazê-lo em casa perante um adversário tão forte? Contar com a força coletiva para além de um inspirado Tammy Abraham, pode tornar esse objetivo em realidade. Afinal, o Chelsea conta com o atual vice artilheiro da liga, com 7 gols atrás de Aguero. O atacante está querendo muito se afirmar como o novo grande atacante do Chelsea!

No entanto, os Blues não vão poder contar com o excelente contributo do igualmente jovem Mason Mount (20 anos), lesionado, que tem dado bom apoio a Abraham. Difícil saber com quem Lampard vai avançar no lugar, dependendo muito da estratégia e ideia de jogo que vai apresentar. Pedro poderia avançar, se a opção fosse atacar logo de início, ou até Pusilic. No entanto, o ‘Mister’ pode optar por maior cautela perante um time tão ofensivo dos Reds, alinhando por exemplo Barkley, visto que provavelmente Kanté ainda não estará a 100%. A verdade é que o Liverpool é favorito e talvez não terá tanta pressão quanto o Chelsea, visto que se apresenta como líder destacado do campeonato britânico, com 15 pontos, ao passo que o Chelsea é sexto partilhando os mesmos 8 pontos que mais seis times!

É  isso mesmo que nos dizem as casas de apostas de todo o mundo. Apesar de os Londrinos jogarem em casa, os Reds são favoritos para vencer. Verificando isso num comparador de cotas, vemos mesmo o melhor valor oferecido para o triunfo do Chelsea é de 3.82, bem superior àquilo que se paga caso o Liverpool se imponha, com cotação de 2.06. Ambos os valores são oferecidos pela casa de apostas 22Bet, que costuma ser dos bookmakers que têm os melhores valores do mercado. Por isso, não hesite em conferir a descrição do bônus 22Bet da SOSapostas, que está premiando novos clientes com 600 Reais em bônus. Os passos certos para dar são descritos para garantir esse prêmio.

A impaciência de chegar a essa luta de titãs aperta, embora se possa tratar mais, pelo que representam atualmente ambos os clubes, de uma luta entre David e Golias. Mas nunca se sabe se David volta a fazer das suas, com o Chelsea a reencontrar um pragmatismo que lhe tem fugido. Aliás, há que ter em mente que nas duas últimas visitas do Liverpool à capital inglesa – em jogos para a Premier League – não se soube impor. Se deu um empate a uma bola há sensivelmente um ano, e um vitória azul de 1 a 1 em Maio de 2018, com gol de Giroud, que poderá tentar novamente fazer a diferença. Pode ser qualquer um a decidir para a torcida, mas talvez desta vez sejam os pés de Abraham a mostrar aos Blues o caminho da salvação.

Chelsea Brasil

Somos o Chelsea Brasil, marca oficialmente reconhecida pelo Chelsea no Brasil e especializado em conteúdos e na comunidade de torcedores do Chelsea no Brasil.