The Guardian: Emma Hayes e Pernille Harder indicadas para premiação mensal.

The Guardian elege as 100 melhores atletas de 2020: Chelsea tem 11 nomes

O The Guardian publicou a lista das 100 melhores futebolistas em 2020. O Chelsea Women tem 11 atletas selecionadas na lista, inclusive duas futebolistas estão entre as 10 primeiras colocadas. Segundo o jornal inglês, a dinamarquesa Pernille Harder é a melhor atleta de 2020. Por outro lado, a australiana Sam Kerr é a 7ª melhor atleta na eleição. Além disso, você pode conferir todas as escolhas do The Guardian no link anexado.

1- Pernille Harder

Pernille Harder foi o grande reforço do Chelsea para a temporada. Além disso, a dinamarquesa foi eleita a melhor atleta pela UEFA na temporada 2019/20.
Pernille Harder foi o grande reforço do Chelsea para a temporada. Além disso, a dinamarquesa foi eleita a melhor atleta pela UEFA na temporada 2019/20. (Crédito: Chelsea FC)

É a segunda vez que Pernille Harder é escolhida como a melhor atleta no top 100 do The Guardian. Na temporada passada, Pernille ficou com a oitava colocação do ranking veiculado pelo jornal inglês. Além disso, a capitã da seleção da Dinamarca também foi escolhida a Atleta do Ano pela UEFA. Em conclusão, a FIFA oficializou a decisão nesta sexta-feira (11) de nomear a atual atleta do Chelsea como finalista do prêmio The Best. Harder disputará o prêmio com Lucy Bronze (Lyon/Manchester City) e Wendie Renard (Lyon).

7- Sam Kerr

Desde que chegou ao Chelsea, Sam Kerr assumiu um papel de criação na equipe de Emma Hayes. Segundo o Guardian, em novembro, nenhuma atleta criou mais chances na Women’s Super League que a australiana. Entretanto, Kerr, primeira colocada no ranking de 2019, caiu seis colocações na lista do informativo.

16- Ji So-yun

Ji So-yun subiu muitas posições no ranking do The Guardian. Além disso, a atleta foi bastante elogiada pelo portal inglês.
Ji So-yun subiu muitas posições no ranking do The Guardian. Além disso, a atleta foi bastante elogiada pelo portal inglês. (Foto: Chelsea FC)

Ao longo de seis anos, Ji tem sido uma figura vital para a equipe de Londres. A visão de campo e o potencial de criação de Ji são marcas que continuam atuais na futebolista. Em relação ao ranking de 2019, o The Guardian subiu Ji da posição 58 para o 16º posto da lista. Ou seja, uma subida de 42 degraus para a atleta do Chelsea.

25- Magdalena Eriksson

Uma das melhores defensoras do mundo, de acordo com o The Guardian. Além disso, Eriksson foi eleita a Melhor Atleta Sueca do ano e liderou o Chelsea nas recentes conquistas da WSL e da Continental Cup. Por fim, vale relembrar que Eriksson renovou o seu contrato com o Chelsea até o ano de 2023. Clique aqui para ter mais detalhes sobre a ampliação contratual da defensora.

26- Beth England

Bethany England participou dos quatro gols do Chelsea contra o Everton. (
Recentemente, Bethany England participou dos quatro gols do Chelsea contra o Everton. (Chelsea FC / Site)

É a segunda vez que England é mencionada pelo Top 100 do The Guardian. Anteriormente, em 2019, ela foi ranqueada na 89ª colocação. Ou seja, um salto de 63 colocações de um ano para o outro, segundo o jornal. A atacante é regularmente convocada pela seleção da Inglaterra, conquistou títulos e, na Continental Cup, marcou o gol da vitória contra o Manchester City. Em outras palavras, um ano de destaque de Beth England.

39- Maren Mjelde

A leitura de jogo de Mjelde merece ser destacada. A norueguesa é foi descrita pelo jornal como uma futebolista “inteligente” e com habilidade no passe e na criação de jogadas. A defensora se adaptou muito bem ao modelo de jogo do Chelsea.

46- Guro Reiten

“Sua habilidade natural de marcar e criar chances de gol parecia ser o que faltava para o Chelsea vencer a WSL e a Continental Cup”, essa é parte da descrição do jornal sobre a atleta do Chelsea. Reiten concedeu oito assistências na temporada passada e também se destaca pela visão de jogo na equipe de Kingsmeadow. Sem dúvidas, uma peça primordial para Emma Hayes e para o Chelsea.

60- Erin Cuthbert

Erin Cuthbert completou 100 jogos com a camisa do Chelsea.
Além disso, Erin Cuthbert completou 100 jogos com a camisa do Chelsea. (Chelsea FC /Website)

A escocesa subiu 16 posições no ranking no The Guardian e tem tudo para continuar progredindo e se desenvolvendo. Nesta temporada, Erin Cuthbert já somou três assistências com o Chelsea. É uma atleta criativa, com possibilidade de drible no 1 a 1 e com importância defensiva: desarmes e roubos de bola.

63- Melanie Leupolz

Oriunda do Bayern de Munique, a alemã é uma ótima passadora. Aos olhos do júri do jornal inglês, Melanie Leupolz demonstra “qualidade e consistência” em sua passagem pelo Chelsea. Há uma habilidade defensiva no jogo de Melanie e, mesmo que em muitas vezes o trabalho dela passe despercebido, ela tem uma função vital para a equipe de Londres.

66- Millie Bright

Mais um ano sólido da defensora do Chelsea e da seleção da Inglaterra. Bright mostrou suas qualidades no jogo aéreo e somou 80% de aproveitamento nas disputas contra as adversárias. Além disso, Millie raramente erra passes ou se equivoca na saída de bola. Consequentemente, a dupla Eriksson e Bright proporciona muita confiança ao plantel de Londres.

67- Ann Katrin-Berger

Primeiramente, a goleira foi indicada pela FIFA ao prêmio The Best. Além disso, a arqueira do time de Londres também foi reconhecida pelo The Guardian para o ano de 2020. Afinal, Ann-Katrin não foi relacionada na lista do jornal nos anos anteriores. Estreia para a futebolista na 67ª colocação da lista do The Guardian.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.