“Roman Abramovich confia no trabalho de José Mourinho”, diz Michael Emenalo

Emenalo e Mourinho treinando a equipe (Foto: Alamy)

Emenalo e Mourinho treinando a equipe (Foto: Alamy)

Em entrevista ao Telegraph, o diretor técnico do Chelsea Michael Emenalo, disse que o dono do clube, Roman Abramovich, apoia totalmente o técnico José Mourinho, que está sob pressão em Stamford Bridge.

Apesar dos atuais campeões estarem em situação crítica na Premier League nessa temporada, Emenalo disse que a decisão de se manter confiante no trabalho do português de 52 anos vem desde o topo da hierarquia do Chelsea, que consegue “ver uma luz no fim do túnel”.

O ex-jogador nigeriano falou sobre sua relação com Abramovich e como ele reage a decisões desse calibre:

“Quando se tratam de decisões, nos sentimos confiantes por ter um líder como Abramovich, que faz decisões astutas e sabe o tempo certo de nos levar onde quer que ele queira. Nunca nos colocamos numa posição onde Roman é a segunda opinião. Parte das razões disso é que ele pode ter sucesso no que diz, porque tem informações que outras pessoas não tem. Ele tem controle total da situação do clube, não de alguns, mas de todos os setores ligados à instituição Chelsea. Quando ele sentir que precisa tomar uma decisão, ele faz.”

Após a derrota para o Southampton no mês passado, o Chelsea lançou uma nota declarando que Mourinho era o “técnico certo” e “tinha total apoio do clube”.

Leia Mais: “Através de comunicado, direção do Chelsea reitera confiança em Mourinho”

O clube não melhorou nas rodadas seguintes, vencendo apenas um e perdendo três dos quatro jogos seguntes pela Premier League. Emenalo, porém, insistiu que a confiança dos torcedores do clube não mudou:

“Agora, nós da direção técnica e o dono do Chelsea acreditam demais em José Mourinho pelo que ele já trouxe ao clube. Estamos numa posição de confiança pelo que alguns jogadores nos trouxeram durante as últimas temporadas. Vemos que existe uma luz no fim do túnel e isso nos aumenta a confiança que podemos sair dessa situação.”

O nigeriano e Abramovich durante o jogo contra o Dynamo Kiev (Foto: Telegraph)

O nigeriano e Abramovich durante o jogo contra o Dynamo Kiev (Foto: Telegraph)

Acumulando seis multas, que totaliaram em mais de 140 mil libras, Emenalo falou sobre o histórico disciplinar de Mourinho nessa temporada. O ex-técnico de Real Madrid, Inter de Milão e Porto também foi banido por dois jogos de campeonato inglês – uma partida já foi perdoada na derrota contra o Stoke City. O diretor, porém, simpatiza com Mourinho e diz que os advogados do Chelsea pretendem fazer mais para alivar a pressão sobre o técnico:

“Como um dos maiores clubes do mundo, entendemos que temos a responsabilidade de acrescentar à sociedade e ao mundo do futebol. Sabemos que o esporte é movido pela emoção e negócios, mas sabemos que o técnico tem apoio de todos nós e seria irresponsável colocar todas as coisas nos ombros dele. Mais que ter noção do que ele fez – ou não – de errado, temos que reconhecer que devemos contribuir e ajudar ele.”

O Chelsea entra em campo amanhã (21), às 13 horas no horário de Brasília, pela Premier League, contra o Norwich, em Stamford Bridge.

Luis Felipe Zaguini

Doente pelo Chelsea.