Magdalena Eriksson renova contrato com o Chelsea

A defensora, capitã do Chelsea, assinou a ampliação contratual com o Chelsea até o ano de 2023

Magdalena Eriksson, capitã do Chelsea, assinou a ampliação contratual com o Chelsea até o ano de 2023. A confirmação foi feita nesta quinta-feira (12) pelo site oficial do clube de Londres. A defensora chegou ao Chelsea em 2017 e foi nomeada capitã na temporada 20919/20. Logo na primeira temporada, a sueca liderou a equipe na conquista da Women’s Super League e da Continental Cup.

O local ideal para estar

“Estar nesse clube significa tudo para mim, não há nenhum lugar no mundo onde eu preferisse estar. Temos tudo aqui. Uma equipe incrível, um elenco incrível e temos um bom grupo de pessoas que apoiam o time. É o local ideal para estar e não consigo me ver em outro lugar”, iniciou Magdalena Eriksson.

Assim sendo, Eriksson chegou ao Chelsea após quatro anos no Linkopings (Suécia). Além disso, a zagueira afirma seu desenvolvimento, dentro e fora de campo, em sua atual passagem pelo Chelsea. “Os últimos três anos foram os maiores da minha carreira. Em tudo o que eu conquistei, como nós conquistamos e, especialmente para mim, como eu me desenvolvi como pessoa”.

Mudança para Londres

“Eu acredito que se mudar para outro país, em um novo time e um novo campeonato, tudo isso é engrandecedor como pessoa. Afinal, isso faz você acreditar em você mesma, especialmente se você vai bem e consegue seus objetivos. […] Estou muito feliz, pelo jeito que me desenvolvi como atleta e como líder. Receber a braçadeira [de capitã] na temporada passada me desenvolveu muito como pessoa e como futebolista”, afirmou Eriksson.

Por fim, Magdalena Eriksson e o plantel londrino entram em campo no final de semana em duelo válido pela WSL. O Chelsea mede forças contra o Arsenal, no domingo (15), às 11h30 (Brasília), no Meadow Park. As equipes se distanciam na tabela de classificação por dois pontos. Ou seja, um duelo direto pelas primeiras colocações da WSL.

Em conclusão, confira a classificação da Women’s Super League.

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.