Terceiro Tempo: Hoje tem final para o Chelsea

Chelsea entra em campo nesta segunda-feira, às 16h30 (horário de Brasília), pela final da FA Youth Cup

O maravilhoso caso da semana que inicia com três equipes do Chelsea atuando em três competições diferentes. Primeiramente, na FA Youth Cup e, posteriormente, na Continental Cup. Por fim, a UEFA Champions League compõe o calendário de compromissos das equipes do Chelsea. Essa sequência de duelos e embates foi pautada no texto da edição dominical do Chelsea Brasil. Assim sendo, o portal veicula mais uma edição do Terceiro Tempo destacando o Sub-18 do time londrino. O time de Cobham está em andamento na decisão da competição de base.

Primeiro Tempo – O último passo na competição de base

Dynel Simeu atua no Sub-18 do Chelsea. Além disso, o defensor também atuou em 2020 na equipe de desenvolvimento do clube. (Chelsea FC / Website)

Dynel Simeu atua no Sub-18 do Chelsea. Além disso, o defensor também atuou em 2020 na equipe de desenvolvimento do clube. (Chelsea FC / Website)

A equipe sub-18 disputa a final da FA Youth Cup pela oitava vez nas últimas nove edições. A equipe londrina repetirá os duelos de 2015, 2016 e 2017 com o Manchester City. Inclusive, nas três oportunidades, o time de Cobham levou a melhor. Além disso, a equipe de Londres busca a 10ª conquista da competição de base. Se a vitória for conquistada pela equipe de Ed Brand, o Chelsea iguala o Manchester United com 10 taças e, consequentemente, empata com a marca de títulos da competição. Por fim, o jogo final será realizado no St. Georges Park, centro de treinamento da seleção da Inglaterra.

O jogo será realizado nesta segunda-feira (2), às 16h30 (horário de Brasília). Inclusive, no dia da decisão, o Chelsea Brasil veiculou uma publicação com a trajetória da equipe de Londres na competição de base. O desempenho do plantel comandado por Ed Brand é fantástico. Foram cinco jogos e cinco vitórias, 18 gols marcados e nenhum gol sofrido. Além disso, a equipe de Cobham produziu momentos de destaque nessa campanha. Por exemplo, a vitória contra o Bradford City por 5 a 0 ou a goleada contra o Wolverhampton por 7 a 0.

Segundo Tempo – A trajetória na FA Youth Cup

Terceira rodada – Chelsea 4-0 Huddersfield (Armando Broja 3x e Myles Peart-Harris) – 18/12/2019

Iniciais: Jake Askew; Tino Livramento, Dynel Simeu, Sam McClelland e Ian Maatsen; Xavier Simons, Tino Anjorin, Henry Lawrence e Lewis Bate; Myles Peart-Harris e Armando Broja.

Quarta rodada – Chelsea 5-0 Bradford City (Armando Broja, Marcel Lewis (2x), Henry Lawrence e Thierno Ballo) – 15/01/2020

Iniciais: Jake Askew; Tino Livramento, Dynel Simeu, Levi Colwill e Ian Maatsen; Xavier Simons, Henry Lawrence, Lewis Bate e Myles Peart-Harris; Marcel Lewis e Armando Broja.

Quinta rodada – Chelsea 7-0 Wolverhampton (Ian Maatsen, Marcel Lewis (3x), Tino Anjorin, Myles Peart-Harris e Xavier Simons) – 10/02/2020

Iniciais: Jake Askew; Tino Livramento, Dynel Simeu, Levi Colwill e Ian Maatsen; Xavier Simons, Tino Anjorin, Henry Lawrence e Lewis Bate; Marcel Lewis e Armando Broja.

Quartas de final – Chelsea 1-0 Millwall (Armando Broja) – 27/02/2020

Jake Askew; Tino Livramento, Dynel Simeu, Levi Colwill e Ian Maatsen; Xavier Simons, Tino Anjorin, Henry Lawrence e Lewis Bate; Marcel Lewis e Armando Broja.

Semifinal – Manchester United 0-1 Chelsea (Bryan Fiabema) – 30/10/2020

Iniciais: Lucas Bergstöm; Tino Livramento, Dynel Simeu, Levi Colwill e Marcel Lewis; Xavier Simons, Tino Anjorin, Henry Lawrence, Dion Rankine e Lewis Bate; e Bryan Fiabema.

Os títulos: 1959/69 e 1960/61. 2009/10, 2011/12, 2013/14 e 2014/15. 2015/16, 2016/17 e 2017/18.

Terceiro Tempo – Os frutos sendo colhidos antes mesmo da final

Chelsea enfrenta o Manchester United na FA Youth Cup. Entretanto, o jogo será realizado em St Georges Park.

Chelsea enfrenta o Manchester City na final FA Youth Cup. Por isso, o time londrino disputará a 13ª final da competição de base. (Chelsea FC / Site)

O Chelsea não contará com duas peças que foram fundamentais no enredo da FA Youth Cup 2019/20. Ian Maatsen e Armando Broja. Ambos foram emprestados para outras equipes na temporada 2020/21. Primeiramente, o lateral-esquerdo Ian Maatsen foi cedido ao Charlton Athletic, na disputa da League One, a terceira divisão nacional. Por outro lado, o albanês Armando Broja está com o Vitesse, na elite holandesa. Claro que são desfalques para uma decisão – assim como foram na semifinal – de peso para a equipe de Cobham. Por exemplo, ambos anotaram gols em partidas da FA Youth Cup 2019/20. – 5 gols de Broja e 1 gol de Maatsen. Por outro lado, é um passo considerado como progresso e visando o desenvolvimento de atletas têm vínculos junto ao Chelsea Football Club.

Recentemente, em conteúdo publicado no Chelsea Brasil, Ed Brand falou sobre os dois atletas que não integram o plantel de base. A entrevista foi concedida antes do duelo contra o Manchester United, na vitória londrina por 1 a 0.

“É o futebol. Em um mundo ideal, gostaríamos que todo o grupo, que nos trouxe até aqui, continuasse conosco. Entretanto, eles estão progredindo em suas carreiras. Por isso, é uma situação imperdível para eles.  Armando [Broja] está indo bem na Holanda. Por outro lado, Ian Maatsen começou bem no Charlton [Athletic]. Ou seja, o desenvolvimento individual é o mais importante”, disse o treinador do Chelsea Sub-18.

Armando Broja

Ed Brand tem razão. Armando Broja participou dos três últimos jogos do Vitesse, no calendário da Eredivisie. Primeiramente, o albanês fez os dois gols da vitória contra o ADO Den Haag em 78 minutos de atuação. Posteriormente, o atleta de 19 anos atuou em 82 minutos na vitória contra o PSV por 2 a 1. Por fim, Broja marcou um dos três gols do Vitesse contra o Willen II por 3 a 1. Em conclusão, vale mencionar que o atacante participou dos jogos da Seleção da Albânia pela Liga das Nações da UEFA. Os dois últimos embates foram empates em 0 a 0 contra a Lituãnia e Cazaquistão. Broja participou de 58 minutos de jogo contra a Lituânia e 90 minutos do embate contra a seleção cazaque.

Por fim, o atacante fez cinco dos 18 gols do Chelsea na trajetória da competição inglesa. Além disso, Broja foi autor de um dos hat-tricks do clube londrino nas fases anteriores. Marcel Lewis foi o outro responsável pela marca de três gols, na mesma partida, com o Chelsea.

Ian Maatsen

Atleta de 18 anos, Ian chegou ao Chelsea no verão de 2018, proveniente do PSV Eindhoven. Desde então, o futebolista mostrou sua versatilidade com atuações na lateral, ala, zagueiro ou meio-campista central. Em setembro de 2019, com 17 anos, o holandês estreou na categoria Adulto na vitória do Chelsea por 7 a 1 contra o Grimbsy Town, partida válida pela Copa da Liga inglesa. Assim sendo, Maatsen saiu do banco de reservas e atuou por 24 minutos com a camisa do time londrino.

Atualmente no Charlton, Ian atuou em 45 minutos na vitória por 1 a 0 contra o Blackpool. Logo após, ele participou de três jogos consecutivos de forma total. Os 90 minutos da vitória fora de casa contra o Northampton Town por 2 a 0. Além disso, do triunfo também por 2 a 0 contra o Oxford United. Por fim, os três pontos longe da capital inglesa contra o Portsmouth também por 2 a 0. Ou seja, Ian vem ganhando minutos de jogo e conseguindo resultados positivos em seu empréstimo.

Considerações finais

O treinador falou sobre a qualidade do plantel. Por outro lado, o time londrino perdeu peças para o jogo.

O embate será realizado nesta segunda-feira. Por outro lado, o palco será o St. Georges Park, centro de treinamento da Inglaterra. (Chelsea FC / Site)

Por isso, o Chelsea segue com o trabalho, considerado positivo e frutífero, nas categorias de base. Títulos não são prioridade nas categorias de formação do time. Em outras palavras, o cenário protagonista para qualquer clube é projetar/formar atletas para o desporto. Entretanto, o jogo de hoje é a possibilidade de coroar o trabalho do clube de Cobham. Além disso, o desfecho da final, seja a conquista ou o revés no confronto, também serve para reflexão e engrandecimento dos jovens atletas em campo.

Por fim, o Chelsea está mais uma vez na final da competição. Mais uma vez na decisão da FA Youth Cup. Mais uma vez. A 13ª oportunidade do clube de Londres.

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.