Lampard: “Hoje eu vi muito caráter e muito espírito”

Após derrota contra o Liverpool em Stamford Bridge, Frank Lampard falou sobre ter observado pontos positivos na equipe

Frank Lampard demonstrou satisfação com o espírito e o caráter demonstrados pela sua equipe, apesar da derrota para o Liverpool por 2 a 0. O jogo marcou a estreia em casa do Chelsea na Premier League. Os gols marcados por Mané no início da etapa complementar, a expulsão de Andreas Christensen e o pênalti perdido por Jorginho foram lances capitais do duelo. Posteriormente, Lampard refletiu positivamente sobre os 45 minutos iniciais, os momentos-chave do duelo e escolhas para a formação da equipe.

“Eu estava feliz com muitas coisas no nosso jogo defensivo. Eu queria que nós melhorássemos com a posse de bola. Que mostrássemos no contra-ataque que éramos perigosos. Timo [Werner] teve algumas boas oportunidades e teve algumas coisas que eu fiquei satisfeito”, iniciou o treinador.

“Estou desapontado por perder os três pontos, como sempre será nessas situações. Mas, na verdade, eu estou mais feliz em algumas maneiras do que em Brighton. Eu vi espírito, eu vi muito desejo dos nossos defensores – Reece James, Kurt Zouma e, quando entrou, Fikayo Tomori”.

“O meio-campo estava dando tudo para preencher os espaços e você joga um tempo todo com 10 jogadores, você não comente o erro do segundo gol. E você converte o pênalti, logo estaria 1 a 1. Eu sei que isso não é futebol e eu não posso refletir sobre isso, mas essas são as realidades. Os jogadores devem se encorajar, vamos avançar a partir de então”, salientou.

O cartão vermelho de Christensen

“[…] Não tenho certeza que foi [para vermelho]. Eu não vou sentar e reclamar sobre o lance, mas foi uma coisa que eu senti que poderia ser ou não ser atribuído [o cartão vermelho]. Por outro lado, Lampard confirmou que a expulsão mudou o cenário do jogo.  “A conversa da equipe no intervalo era para ter mais confiança com a bola, pois tivemos poucos momentos que a recebemos no meio-campo e colocamos nossos laterais no jogo. Era assim que precisávamos seguir, mas o cartão vermelho mudou todo o diálogo do plantel”, disse Lampard.

Kepa e a falha no embate

“Meu trabalho é dar-lhe confiança, um goleiro precisa de confiança. É um erro que nos custou caro e Kepa aceitou isso, como deveria. Temos que ser um grupo e aceitar isso como uma responsabilidade conjunta, pois essas coisas acontecem, mas é obviamente um erro claro. Por isso, ele tem que continuar trabalhando e tendo apoio em seu redor”.

“Posso dizer que Willy Caballero vai jogar e sempre foi o meu sentimento que ele jogasse na quarta-feira [Carabao Cup], independentemente de hoje. Portanto, não quero que as pessoas façam julgamentos sobre isso”, encerrou o técnico.

Werner e seu início

“Estou muito satisfeito com o início dele. Trouxemos Werner para o clube pelos atributos que estamos vendo. Velocidade, momentos individuais e veremos gols dele. No segundo tempo foi difícil para ele, mas ele apareceu com um momento que poderia ter nos trazido de volta ao jogo [o pênalti].; Estou muito feliz e queremos ver muito mais”, afirmou.

Escolha sobre os zagueiros

“Agora temos cinco zagueiros centrais no clube e eu não posso escolher um time que tenha três deles no banco. Então é assim. Tenho que escolher o elenco entre treinos e situações diferentes e hoje foi uma escolha. Fui com Tomori [como substituto] e ele se saiu muito bem quando entrou. Ele não joga há um tempo e tem batalhando com boa forma física, como a maioria do time, mas fiquei feliz com ele. Ele começou a temporada passada como o quinto defensor na opinião das pessoas e jogou mais de 20 partidas pelo Chelsea. Portanto, eu espero que ele sinta confiança nele”, disse.

O momento atual da equipe

“Normalmente, com novos rostos na equipe, você tem um mês ou mais de pré-temporada para trabalhar em padrões de jogo e como você quer jogar. Portanto, temos que ter tempo. Cada equipe que tem sucesso nos dias modernos teve tempo e um processo. Ou seja, agora nosso processo começa aqui.

“No ano passado, nós fomos um time que não fizemos negócios, então trabalhamos muito para chegarmos na quarta colocação. Agora é um novo começo – nossos objetivos são maiores, nossas expectativas são maiores e tudo bem. Vai levar algum tempo, mas hoje eu vi muito caráter e muito espírito”, concluiu Frank Lampard.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.