Lampard fala sobre mudanças no plantel; Mendy avalia empate.

Lampard fala sobre as mudanças no plantel; Mendy avalia empate

Em entrevista ao 5th Stand, Frank Lampard explicou o porquê das alterações defensivas no jogo contra o Aston Villa. O empate em 1 a 1 prevaleceu entre as equipes no último jogo do Chelsea em 2020. Ao todo, o técnico do Chelsea optou por seis alterações entre o revés contra o Arsenal para o embate contra o time de Birmingham. Por isso, um dos questionamentos ao comandante do Chelsea abordou justamente as mudanças na formação inicial. “Foi uma mescla [de situações] para jogo de hoje, pois eu tinha algumas ideias sobre alterações. Temos um plantel que está pronto para entrar em campo”, disse o técnico dos Blues.

Defensores

“Reece James teve um problema muscular e eu não vou dizer que esse é o porquê de eu ter iniciado com Azpilicueta. Afinal, eu provavelmente teria atuado com ele da mesma forma. Thiago Silva, com a sua idade, eu tive que considerar a quantidade de jogos nesse período. Além disso, Kurt Zouma também atuou em muitos jogos”, disse Frank Lampard. No embate contra o Aston Villa, Andreas Christensen e Antonio Rudiger compuseram a dupla de zaga. Ou seja, Fikayo Tomori ficou entre os suplentes.

Veja também: Chilwell: Esforço e o desempenho foram melhores contra o Villa

Atacantes

“Oli[vier Giroud] e Tammy [Abraham] atuaram em um jogo cada faz sentido. Afinal, eles dão possibilidades parecidas ao time e eles estão jogando bem. Portanto, essas mudanças foram para tentar dar um balanço ao time e dar uma qualidade de atuação para todos”, afirmou.

“Não foi uma grande apresentação contra o Arsenal. Ou seja, esse aspecto também influenciou na minha decisão. [Por outro lado, hoje] eu fiquei feliz e não fiquei insatisfeito com os jogadores que entraram. Foi a demonstração de uma atitude correta”, concluiu Frank Lampard.

Confira também o que disse Mendy após o apito final

Posteriormente, Mendy avaliou positivamente o jogo contra o Aston Villa. (Chelsea FC / Site)
Posteriormente, Mendy avaliou positivamente o jogo contra o Aston Villa. (Chelsea FC / Site)

“Sim, foi um jogo difícil. Aston Villa é um bom time, mas eu acho que fomos melhores do que [os jogos] contra Arsenal e West Ham. Acho que nós jogamos bem e merecíamos vencer hoje”, iniciou Edouard Mendy sobre o duelo contra o Villa. Posteriormente, o goleiro foi questionado sobre a comunicação com a dupla de zaga. Afinal, Zouma e Thiago Silva falam francês. Entretanto, Rudiger e Christensen protagonizaram a formação inicial do Chelsea.

“Não. Não foi diferente [a comunicação], pois eu sempre falo em inglês durante as atividades no centro de treinamento quando eles [Rudiger e Christensen] estão atuando comigo. Portanto, foi fácil para mim sobre a mudança de idioma. A mudança para inglês”, disse.

Por fim, Mendy foi questionado o jogo contra o Manchester City, que é o próximo na lista de embates da Premier League. “Você acha que a confiança está de volta par ao próximo jogo”, disse o repórter.

“Sim, eu acho que foi importante mostrar novas situações e acho que estamos em um bom caminho. Por outro lado, temos que continuar trabalhando e acreditando em nós mesmos”, concluiu o goleiro do Chelsea.

Próximos jogos

O próximo embate do Chelsea será o duelo contra o Manchester City, no dia 3 de janeiro, válido pela Premier League. O jogo está agendado às 13h30 (horário de Brasília). Posteriormente, a equipe de Stamford Bridge enfrenta o Morecambe, dia 10 de janeiro, pela Copa da Inglaterra. O duelo contra a equipe da League Two inicia às 10h30 (Brasília). Entretanto, os dois times (Man City e Morecambe) vivem situações de atletas ou integrantes do plantel com casos positivos para Covid-19. Ou seja, existe a possibilidade dos jogos serem remarcados.

Category: Competições

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.