Frank Lampard: Mount tem meu apoio e Mourinho tem meu respeito

A estreia de Mendy, a cobrança de pênalti de Mount e discussão com Mourinho foram tópicos da entrevista pós-jogo de Frank Lampard

Após a derrota nas penalidades máximas para o Tottenham, em jogo da Carabao Cup, o técnico Frank Lampard foi entrevistado. Primeiramente, o treinador proferiu palavras de apoio para Mason Mount, atleta que desperdiçou a última penalidade da decisão. Além disso, Lampard elogiou a estreia de Edouard Mendy e comentou sobre José Mourinho, técnico do Tottenham.

Sobre o primeiro tempo

“Fomos dominantes e queríamos marcar mais gols naquele momento por causa da quantidade de posse de bola. E tivemos algumas chances”, iniciou Frank Lampard. “Eu acredito que o Tottenham sentiu essa diferença e eles tiveram que mudar o jogo no segundo tempo. Nossa pressão estava fantástica no primeiro tempo. Entretanto, o Tottenham reverteu o cenário do jogo e ficou mais difícil posteriormente”.

“Poderíamos ter feito melhor no segundo tempo e talvez lidar [melhor] com o jogo dos Spurs. Mas, mesmo assim, eles tiveram chances no segundo tempo e nós também tivemos. Com 1 a 0, mais um gol finalizaria o jogo, mas nós não entendemos isso”.

Sobre Mount perder penalidade máxima

“Não acho que deveria ser um golpe devastador [para ele]. É uma noite decepcionante ser eliminado da Copa da Liga Inglesa, mas Mason terá muitas outras noites com esse clube e para o seu país, quando for disputar jogos de grande importância”, afirmou.

“Ele tem meu apoio em todos os momentos e [o apoio] da equipe ao seu redor. Você perde um pênalti e isso é coletivo, quando você chega tão longe em um duelo como esse”, concluiu Lampard.

A estreia de Mendy

“Eu achei que ele foi muito bem. Fez algumas defesas e uma, particularmente, boa. Conseguiu fazer outras defesas. E teve uma situação que ele não conseguiu [segurar]”. […] “Fiquei satisfeito com cada parte do jogo dele”, salientou.

Princípio de discussão com Mourinho durante o jogo

“Estávamos nos divertindo na área técnica. Eu me dou bem com José [Mourinho] e ele disse isso para mim. Comentei que ele parecia falar mais com os árbitros do que com os jogadores. Foi só um momento para nós. Tenho muito respeito por José, não importa o que digamos na linha lateral. Acho que ele provavelmente estava sentindo o impacto do primeiro tempo e como foi. Mas estava tudo bem no final do jogo e isso nunca vai mudar”, concluiu Frank Lampard.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.