Jogadoras comemoram segundo gol do Chelsea

Chelsea Women consegue vitória heroica em cima do Atlético de Madrid, na Champions League

O time feminino do Chelsea conquistou um resultado heroico nesta quarta-feira. Elas venceram o Atlético de Madrid por 2-0, com uma jogadora a menos desde os 12 minutos do primeiro tempo. Mas os fatos emocionantes do jogo não se prendem a isso. A equipe azul teve dois pênaltis contra si, defendidos pela goleira.

O time do Atlético teve a chance de abrir o placar aos 12 minutos do primeiro tempo, quando recebeu um pênalti que resultou na expulsão de Sophie Ingle. Deyna Castellanos foi para cobrança, mas Ann-Katrin Berger fez a defesa e impediu o gol.

No segundo tempo, o jogo virou e quem teve uma penalidade máxima foi a equipe azul. Maren Mjelde não desperdiçou e bateu sem chances para a goleira Hedvig Lindahl. Mais confortável na partida, o Chelsea só precisou de seis minutos para chegar ao segundo.

Francesca Kirby recebeu passe de Samantha Kerr e tocou para o fundo da rede, fazendo 2-0 e praticamente dando números finais ao confronto. O time espanhol não concordava com isso e teve um pênalti na reta final do da partida.

A brasileira Ludmila recebeu e sofreu falta de Berger na área. Falta marcada e Merel Van Dongen foi para a cobrança. Penalidade essa que foi novamente defendida pela goleira azul, fechando o placar e dando a vantagem para o Chelsea.

As equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (10), mas, desta vez, com mando do Atlético de Madrid. O time azul pode perder por até um gol de diferença que avança para a próxima fase.

Ficha Técnica

Chelsea (4-4-2): Berger; Mjelde, Bright (c), Ingle, Andersson; Leupolz; Kirby (Reiten), Ji (Cuthbert); Mais difíceis; Inglaterra (Charles), Kerr
Reservas não utilizadas: Musovic, Orman, Blundell, Carter, Fleming, Spence, Fox
Gols: Mjelde 58 e Kirby 64
Cartões Amarelos Ji 56, Kerr 91
Cartões Vermelhos: Ingle 12

Atlético de Madrid (4-4-2): Lindahl; Aleixandri, Tounkara, Van Dongen, Strom; Ajibade (Knaak), Santos, Meseguer (c), Duggan (Laurent); Ludmila, Castellanos (Sampedro)
Reservas não utilizadas: Peyraud-Magnin, Kazadi, Bernabe, Garcia, Nkout, Iglesias De La Cruz
Cartões amarelos: Castellanos 45

Category: Competições

Tags:

Article by: Cleisson Lima

Tio do Júlio César, Estagiário de Redação na Rádio Transamérica, e Chefe de Redação no Futebol das Gerais. O caminho é um só...