Após entrar no Guinness Book, Lampard comenta sua trajetória no Chelsea

Lampard entrando para o livro dos recordes (Foto: guinnessworldrecords.com)

Lampard entra para o livro dos recordes (Foto: Guinnessworldrecords.com)

O meia, ídolo e maior artilheiro da história do Chelsea, Frank Lampard, entrou recentemente para o Guinness Book, o livro dos recordes.

Em suas treze temporadas vestindo a camisa azul do Chelsea, o meia inglês marcou contra 38 equipes diferentes. Em sua última temporada, Lampard deixou Stamford Bridge após seu contrato terminar e foi defender o Manchester City.

Quis o destino que o meia entrasse para o Livro dos Recordes justamente contra o time que o consagrou no futebol. No dia 21 de setembro de 2014, Lampard marcou o gol do City no empate contra o Chelsea, por 1 a 1, no Etihad Stadium. Com esse gol, o maior artilheiro dos Blues entrou para história, sendo o único jogador que marcou contra 39 equipes diferentes.

Perguntado sobre o que sentiu na hora do gol contra sua ex-equipe, Lampard respondeu:

“É muito difícil colocar em palavras como me sentia, porque eu tenho uma ótima relação com o clube, especialmente os fãs que me apoiaram desde o primeiro dia.

Foi uma sensação estranha. No final do jogo eu tive a sorte de ter todos os torcedores do Chelsea cantando e apreciando-me, isso logo depois de ter marcado contra eles. Os fãs do City estavam fazendo o mesmo. Eu tive muita sorte e acabou tudo bem com um empate, que pra mim foi um resultado justo.”

Ainda na entrevista, o meia inglês afirmou que o jogador que o inspirou em Stamford Bridge foi Gianfranco Zola, outro ídolo da torcida azul de Londres.

“Se você quiser que cite apenas um (jogador) que realmente inspirou e me ajudou, então será Gianfranco Zola.

Eu vim para o Chelsea como um menino bastante tímido e foi por um grande valor. Eu não tenho certeza de que eu senti confortável no vestiário imediatamente por causa dos grandes nomes em torno de mim.

Zola me levou para cima. Ele tinha 35 anos e se estabeleceu como um jogador de classe mundial, e eu estava fascinado pela maneira como ele treinava, praticava suas cobranças de falta diariamente e era sempre o último no campo de treinamento. Ele era um cavalheiro fora do campo e eu pensei que era como ele que gostaria de ser.”

Lampard sempre é lembrado pela torcida do Chelsea (Foto: Chelsea FC)

Lampard sempre é lembrado pela torcida do Chelsea (Foto: Chelsea FC)

Por fim, Super Frank comentou sobre o péssimo início de temporada do clube e ainda disse que acredita que o time voltará as vitórias em breve.

“Essas coisas podem acontecer.

O Chelsea foi a equipe dominante do ano passado e ganhou o campeonato com toda a razão. Às vezes as coisas nem sempre correm bem para você, mas o Chelsea é certamente capaz de dar a volta. Eu tenho uma afiliação tal com o Chelsea que sempre que vejo eles eu não tenho nenhuma dúvida de que eles vão voltar e ter uma temporada forte.”

David Marques