Screenshot_1

A evolução do promissor Andreas Christensen e o momento de outros emprestados

Autor de dois gols na vitória do Borussia Mönchengladbach por 5 a 1 sobre o Werder Bremen de Papy Djilobodji, no último fim de semana, em partida válida pela Bundesliga, Andreas Christensen parece ter um futuro brilhante pela frente.

Nascido em Lillerød, o dinamarquês deu os primeiro passos como futebolista assinando pelas camadas jovens do Brøndby IF, um dos maiores clubes do país. Passou oito anos desenvolvendo suas habilidades até atrair interesse de vários clubes de topo da Europa, como Manchester City, Arsenal e Bayern de Munique. Todavia, em 7 de fevereiro de 2012, Christensen assinou com o Chelsea sem custo algum ao clube londrino. Segundo o jogador, a explicação para assinar com o time de Stamford Bridge foi a semelhança com seu estilo de atuar em campo:

“Escolhi o Chelsea porque eles jogam o tipo de futebol que eu gosto.”

Apesar de assinar um contrato profissional em 2013/14, foi na temporada seguinte que Christensen atuou pela primeira vez: em uma vitória por 2 a 1 sobre o Shrewsbury, pela Copa da Liga Inglesa.

Desde então, jogou apenas duas vezes pelo Chelsea, uma como lateral-direito, na vexatória derrota por 4 a 2, em casa, para o Bradford City, na quarta rodada da FA Cup, e outra na vitória contra o Sunderland, por 3 a 1, sendo substituto de John Obi Mikel na última partida da Premier League da temporada passada.

Porém, era regular na equipe que foi campeã da UEFA Youth League de 2014/15, jogando praticamente a campanha inteira, inclusive a final vencida por 3 a 2 contra o Shakhtar Donetsk. Conhecido pelo desarme preciso e pela agilidade na cobertura defensiva, Christensen atraiu o interesse do então técnico do Borussia Mönchengladbach, Lucien Favre, que procurava outro jogador para compor a zaga que participaria da Champions League de 2015/16.

Em 10 de julho de 2015, o time alemão concordou com o Chelsea em uma proposta de dois anos de empréstimo pelo jogador dinamarquês.

Desde o início da temporada, foram 17 atuações e dois gols marcados, justamente os da última rodada, contra o Werder Bremen. Ainda com 19 anos, Christensen é titular da equipe de Gladbach e tem, até agora, duas participações no mais alto nível de sua seleção nacional.

 

Com tamanha regularidade, o time da Alemanha pretende procurar a equipe londrina para tratar de mantê-lo em definitivo e o diretor esportivo do clube, Max Eberl, revelou que tem interesse em fazê-lo:

“Nossa intenção é conversar com o Chelsea ao fim da temporada. Andreas preencheu todas as expectativas que tínhamos nele, e estamos agradados por fazê-lo jogar em nossa equipe por empréstimo, sem qualquer custo.”

Outros emprestados atuam nas principais ligas da Europa

No fim de semana, Christian Atsu estreou pelo Málaga e marcou o segundo gol da vitória sobre o Getafe por 3 a 0. Também no campeonato espanhol, Charly Musonda estreou pelo Real Bétis em uma vitória sobre o Valencia de Gary Neville, participando no lance do único gol da partida e colaborando com a expulsão de José Gayà, que não pode lidar com a velocidade e técnica do jogador. Com tudo isso, Musonda foi considerado o Man of the Match em sua primeira participação.

Outro estreante foi Marco van Ginkel, que veio do banco na derrota do PSV para o Utrecht em casa, mas venceu o mesmo time no último fim de semana, inclusive fazendo o segundo gol da partida, que deixou o PSV um ponto acima do Ajax na tabela do campeonato e com a liderança. Ainda na Holanda, Izzy Brown e Lewis Baker foram escalados como titulares na vitória do Vitesse sobre o AZ Alkmaar, fora de casa, por 1 a 0.

Na Itália, Mohamed Salah marcou seu primeiro gol na Serie A desde outubro, abrindo o placar para a vitória da Roma sobre o Sassuolo por 2 a 0. Nathaniel Chalobah entrou no final da vitória do Napoli por 2 a 0 sobre a Lazio, e Juan Cuadrado jogou a partida completa na vitória por um único gol da Juventus sobre o Genoa no meio da semana. O mais importante para Cuadrado ocorreu no domingo (7), quando marcou o primeiro gol no jogo em que a Juventus venceu sua 13ª partida consecutiva, sobre o Frosinone.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: