Sem título

A aposta em Matej Delac – e também nos outros emprestados

Único goleiro emprestado pelo Chelsea, Matej Delac é um croata nascido na Bósnia e Herzegovina. Revelado pela base do Inter Zaprešić, da Croácia, em 2009, atraiu interesse do Chelsea por sua solidez entre as traves. Na única temporada em que atuou em alto nível pelo time croata, sofreu 50 gols em 30 jogos, mas o alto número de gols foi justificado pela fragilidade defensiva de sua equipe.

O goleiro se juntou ao Chelsea no dia 1 de setembro de 2010, mas foi imediatamente emprestado ao Vitesse, da Holanda. Sem muitas chances, foi ao České Budějovice, da República Tcecha e ao Vitória de Guimarães, de Portugal, mas sem se firmar nas equipes principais. Depois destes, foi novamente emprestado, mas para seu clube de origem, Inter Zaprešić. Lá, ajudou o clube a se livrar do rebaixamento, terminando em 10º colocado entre 12 equipes.

Reconhecendo a boa fase, teve sua chance no FK Vojvodina, da Sérvia. Atuou por 18 vezes e ajudou o clube a chegar no playoff da Europa League, sendo eliminado pelo Sheriff Tiraspol, da Moldávia, consequentemente não alcançando a fase de grupos. Em janeiro de 2014, ele foi para o FK Sarajevo, da Bósnia, por empréstimo até o final da temporada, e fez sete jogos como titular.

Delac no dia em que assinou com o Vojvodina, da Sérvia (Foto: balkaninside.com)
Delac no dia em que assinou com o Vojvodina, da Sérvia (Foto: balkaninside.com)

No começo da temporada 2014/15, ele retornou ao Chelsea e assinou um novo contrato emprestado, mas dessa vez na França: Arles-Avignon, da segunda divisão. As coisas não correram muito bem, então viu seu contrato ser finalizado em fevereiro de 2015, quando foi enviado novamente ao time de Sarajevo, mas com grande sucesso: 11 jogos de 15 sem sofrer qualquer gol.

Percebendo a boa fase, Delac continuou para a temporada 2015/16 e se firmou de vez na equipe. São, atualmente, 19 jogos em 15 gols sofridos, o que os deixam a três pontos da qualificação para a Europa League. Com um bom senso de posicionamento e ótimos reflexos, Delac é uma das esperanças para o time de Stamford Bridge.

Emprestados se consolidam nos campeonatos nacionais

A forma de Marco van Ginkel continua ótima. Em quatro partidas pela Eredivisie, o holandês marcou em três – inclusive no último jogo, contra o Ado Den Haag, em que abriu o placar na vitória por 2 a 0 e manteve a diferença de um ponto para o Ajax na ponta da tabela.

Nathan Aké voltou ao time titular e fez sua sexta aparição sem comprometer o gol defendido pelo goleiro Gomes no empate do Watford contra o Bournemouth. Victor Moses jogou os 25 minutos finais da vitória do West Ham por 1 a 0 contra o Sunderland, e Patrick Bamford entrou nos últimos minutos, mas não foi capaz de impedir a derrota fora de casa do Norwich para o Leicester.

Na Championship, Michael Hector foi novamente escalado pelo Reading. Atuou no último jogo, vitória sobre o Roterham por 1 a 0, além de participar ativamente na vitória fora de casa num jogo de sete gols – 4 a 3 – contra o Charlton Athletic. Em outra equipe, Tomas Kalas foi titular da vitória do Middlesborough sobre o Cardiff City por 3 a 1.

Juan Cuadrado esteve envolvido no empate da Juventus contra o Bayern de Munique na Champions League por 2 a 2, mas ficou no banco na vitória de sua equipe sobre a Inter de Milão por 2 a 0 no fim de semana. Ainda na Serie A, Mohamed Salah fez o terceiro gol da Roma na vitória sobre a Empoli, no sábado.

Por último, na Bundesliga, Andreas Christensen não foi capaz de parar o ataque do Augsburg em um jogo que terminou empatado por 2 a 2, mas mesmo assim sua equipe está nos lugares de qualificação para a Champions League.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: