Willian, Courtois e tabela da Premier League

Olá, amigos e amigas do Chelsea Brasil. Decidi explorar vários pontos na coluna de hoje e optei por não abordar o jogo contra o Liverpool, pois ele será discutido de forma primorosa por vários integrantes deste querido site. Por isso, vamos lembrar de alguns pontos que remetem ao Chelsea e não terão tanto enfoque quanto o grande embate de sábado (25). Espero que aproveite a leitura e não se esqueça de comentar suas visões, considerações, discordâncias e sugestões sobre o texto/temáticas, ok?

Pois bem, seguimos com o registro sobre as questões do Chelsea Football Club. Forte abraço!

Willian: O brasileiro completou 200 jogos com a camisa do Chelsea, no último jogo da Champions League, contra o Qarabag. São 34 gols e três títulos com a camisa do Chelsea (Premier League: 19 gols e 14 assistências em 142 jogos). No jogo contra o time do Azerbaijão, Willian fez dois gols e sofreu o pênalti que gerou o gol de Cesc Fàbregas.

Lembrando que muito além do apoio ofensivo do time, Willian tem um desempenho defensivo importantíssimo para a equipe. Segundo dados da Premier League, o brasileiro é dono de 75% de aproveitamento em desarmes. São 153 desarmes na Terra da Rainha.

Outras características são as cobranças de faltas e sua lateralidade em campo, ou seja, atuar pelas alas do campo. Isso propicia ao Chelsea desafogar as tentativas de ataque pelo meio do campo e aproveitar as pontas. Prova disso é a marca de cruzamentos de Willian: 583 sendo que, aproximadamente, 26% das tentativas são aproveitamentos bem sucedidos.

Quando foi instalado o rumor de que Willian estava de saída para o Palmeiras, eu estava realmente preocupado. Acreditei na possibilidade e estava preocupado, pois seria uma perda considerável para o grupo dos atuais campeões ingleses. O ponto positivo é que ele desmentiu essa história e que quer permanecer em Stamford Bridge. De todo modo, duzentas vezes Willian.

Courtois: O site da ESPN Brasil veiculou notícia sobre Thibaut Courtois e mercado de transferências. O que, convenhamos, não é nenhuma novidade. A fonte do veículo de comunicação seria um jornal belga que afirma o desejo do atleta em dobrar o seu salário. Caso não aconteça, o goleiro escutaria as propostas dos outros clubes. Mas quais são as equipes?

Segundo o informe, o Real Madrid e Atlético de Madri, ambos da Espanha, Paris Saint-Germain, da França, além da Juventus, da Itália seriam as agremiações esportivas interessadas no belga. Portanto, 230 mil euros por semana, mais de 800 mil reais por semana, para a permanência de Courtois.

Colocando no papel, Courtois é bicampeão inglês. Na Premier League são 238 defesas em 103 jogos, 39 clean sheets e 97 gols sofridos. 65 vitórias e 15 derrotas no Campeonato Inglês. Nesta temporada, são 12 jogos, seis clean sheets, 29 defesas e 10 gols sofridos.

São bons números, mas vale a pena dobrar o salário do belga? Se não vale, quem deve chegar para suprir um possível desligamento do arqueiro do clube inglês? Reflexões válidas, pois não é de hoje que “Courtois” e “transferência” são colocados na mesma frase.

Tabela de jogos: Escrevo antes do resultado final de Liverpool e Chelsea, portanto alguns dados podem alterar em decorrência da realização da 13 rodada.

Mas há uma certeza para o time londrino, os próximos jogos são necessários para o time de Antonio Conte embalar no campeonato. Swansea (casa), Newcastle (casa), West Ham (fora), Huddersfield (fora) e Southampton (casa).

Atualmente, todos os times que mencionei estão na décima colocação para baixo na tabela. O melhor colocado é o recém promovido Huddersfield, na posição informada anteriormente. Newcastle (12º), Southampton (14º), West Ham (18º) e Swansea (19º). Perder para o Liverpool não seria o resultado mais imprevisível do mundo, mas a sequência de embates pós-Anfield é extremamente positiva para o time da Fulham Road.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.