Tomáš Kalas: a breve ascensão de um talento pouco explorado

Tomáš Kalas jogou apenas duas partidas na Premier League da temporada 2013/14. A primeira, frente ao Liverpool em uma vitória por 2 a 0, e a outra contra o Cardiff City, também uma vitória, desta vez por 2 a 1; ambas como zagueiro.

Atualmente, Kalas joga emprestado ao Bristol City.  Mas digna de nota foi sua ascensão, que se deu na temporada 2013-2014. Certamente contra o Liverpool, onde foi titular e jogou de forma esplêndida. Porém, no fim da temporada, amargou o ostracismo.  Conheçam, portanto Tomáš Kalas: Ascensão e queda.

Do início ao ostracismo

Tomáš Kalas foi contrado pelo Chelsea no dia 1º de julho de 2010, quando tinha pouco mais de 17 anos.  O defensor se destacou atuando pela equipe do Sigma Olomouc, da República Checa, e foi contratado pelo Chelsea por £5,4 milhões. Ao fim de 2010, acabou sendo emprestado para a própria equipe que o revelou.

De janeiro de 2011 até junho de 2013, Kalas jogou emprestado pelo Vitesse, da Holanda. Na temporada 2014/15 o defensor permaneceu junto ao elenco do Chelsea, até que o FC Köln surgisse com a proposta de contratá-lo, por empréstimo, para disputar a Bundesliga de 2015/16. Ficou na Alemanha por apenas seis meses, retornando em janeiro de 2015. Logo foi novamente emprestado, desta vez ao Middlesbrough, que chegou aos play-offs da Premier League, onde perdeu por 2 a 0 para o Norwich City.

Na temporada 2015/16, Kalas ajudou o Middlesbrough a conquistar a Championship, alternando a titularidade e o banco de reservas.  De um total de 44 jogos, foi titular em 19, ficando 7 partidas no banco e entrando no decorrer da partida em 18 oportunidades.

Da mesma forma, na temporada 2017/18, disputou novamente a Championship, só que desta vez pelo Fullham. O Fullham chegou nos play-offs na temporada seguinte, mas acabou derrotado pelo Reading. Na temporada 2016/17, porém, conquistou novamente a classificação para a fase final da competição, onde passou pelo Derby County (sofrendo uma derrota por 1 a 0, e vencendo logo na sequência por 2 a 0), e pelo Aston Villa, com uma vitória por 1 a 0.  Assim, o Fullham conquistou seu retorno à Premier League.

No último dia 23 de Agosto, foi emprestado para o Bristol City para disputar, novamente, a Championship.  Kalas se tornou mais um entre inúmeros jogadores que, por virem cedo demais para o Chelsea, jamais terão chances na equipe principal.  Tanto que, a última vez que o site do Chelsea Brasil falou sobre o atleta, foi em dezembro do ano passado, com o artigo de nosso colunista Túlio Henrique.

Ascensão e glória

Na temporada 2013/14, durante a segunda passagem de José Mourinho pelo comando técnico do clube, e com a equipe contando com cinco zagueiros – David Luiz, Ivanovich, Cahill, Terry e Aké -, Kalas foi chamado para compor elenco.

Acima de tudo, disputou a UCL, ficando no banco em cinco oportunidades, e entrando no final da partida contra o Galatasaray, que acabou com vitória dos Blues por 2 a 0.

Já pela Premier League, após uma fratura na fíbula, conseguiu ficar no banco somente no dia 1º de janeiro, na vitória por 3 a 0 contra o Southampton. Consequentemente, depois de amargar o banco por cinco partidas seguidas, e de nem ser relacionado em outras duas, José Mourinho o convocou para a partida contra o Liverpool.

Como resultado conquistado, foi nesta partida que o mundo conheceu Tomáš Kalas.

O jogo foi em Anfield Road, e o Liverpool possuía o atacante matador, Luiz Suares, artilheiro da temporada com 31 gols.

Neste jogo, Kalas foi quase perfeito. Suares não teve nenhuma chance de gol. O jovem defensor dos Blues, de apenas 21 anos, parou o artilheiro da Premier League. Tomáš jogou também o último jogo do campeonato, contra o Cardiff, igualmente de forma espetacular.

Veja os melhores momento da partida contra o Liverpool, abaixo:

E você torcedor Blues, acredita que, Kalas, poderá, um dia, jogar no time do Chelsea?

#GoBlues

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

A gente sabe que você também tem o sangue azul. Apoie o Chelsea Brasil e ajude a escrever a nossa história! Link direto para a campanha: https://goo.gl/6AAUzD.

Apoia-se Chelsea Brasil

Dalton Gerth

Torcedor do Chelsea desde a época em que Vialli era técnico E jogador, advogado e estudante de licenciatura em Matemática.