Técnico, Hasselbaink, FA Cup 2009 e Di Matteo

Sexta-feira (01/06), muitos torcedores do Chelsea animados para o final de semana e a Sky Sports divulgou uma bomba em Stamford Bridge. Uma notícia inesperada afirmando que “Maurizio Sarri provavelmente não assumirá o Chelsea”. O motivo alegado pelo portal esportivo inglês é a série de polêmicas que Maurizio se envolveu, como as falas homofóbicas direcionadas ao também técnico italiano Roberto Mancini. Ou quando o italiano deixou o seu dedo médio em riste para a torcida da Juventus. Ou seja, se essas atitudes do treinador forem a causa da desistência do Chelsea, eu apoio a decisão da diretoria. Entretanto, não acho que esse seja a única razão.

De toda forma, não vou esmiuçar as polêmicas de Sarri ou os porquês da desistência da diretoria do time londrino nesse projeto “Sarri”. Mas enfatizo novamente, o clima de incerteza que paira os lados de Stamford Bridge. Não há definição do técnico, o projeto do estádio foi paralisado, a temporada foi insatisfatória e os rumores de saída de importantes peças estão aumentando.

Além disso, muito se fala em Eden Hazard e Thibaut Courtois fora da equipe londrina, principalmente entre os jornais britânicos. Sobre a situação do goleiro, o Daily Mail coloca Jack Butland e o brasileiro Alisson como possíveis substitutos do belga. Por outro lado, as notícias e Eden Hazard estão estagnadas e muito se deve ao recente momento de Copa do Mundo. Portanto, a permanência da estrela da equipe é mais uma dúvida do clube londrino.

Nas últimas duas semanas, eu mencionei alguns técnicos que poderiam assumir o Chelsea. Duas semanas atrás, Leonardo Jardim foi tema desta coluna dominical. Semana passada, a aproximação de Maurizio Sarri foi pautada. Nesta semana, o mais próximo do Chelsea é Laurent Blanc. De forma direta, toda semana um treinador é ligado ao Chelsea e há um ponto positivo nesta situação: Ler o posicionamento dos torcedores sobre determinado nome – seja no Facebook do Chelsea Brasil ou nos comentários do texto. Entretanto, a situação de indefinição começa a preocupar.

Em meio às incertezas no atual campeão da Copa da Inglaterra, o ídolo Frank Lampard assumiu o Derby County. Caso apresente um bom trabalho, acredito que ele será vinculado – em um futuro próximo – ao Chelsea. Ou seja, é só questão de tempo para Super Frankie voltar.

Muito obrigado, Jimmy Floyd!

No dia 02 de junho de 2000, Jimmy Floyd Hasselbaink era contratado pelo Chelsea Football Club. Como está escrito no site oficial do clube de Londres: “Ele jogou em 10 clubes diferentes por 18 temporadas e marcou 245 gols, mas foi no Chelsea que sua carreira obteve o ápice”. Ele marcou na Community Shield contra o Manchester United e terminou a primeira temporada com 26 gols. No ano seguinte, o time azul-real contava com a parceira de Jimmy Floyd e Eidur Gudjohnsen, uma dupla memorável que trajava as belíssimas camisas fornecidas pela Umbro.

Inclusive tenho uma camisa da temporada 2004/05 pendurada no meu quarto. O Chelsea não contava com “JFH” no plantel, mas a beleza dos uniformes continuou. Se você não conhece os serviços prestados por Hasselbaink, pois bem, você verá que em um passado recente, nós tivemos um prolífico camisa nove. Confira aqui.

Nove anos da Copa da Inglaterra 2009

Nesta semana, no último dia 30 de maio, o Chelsea completou nove anos da conquista da FA Cup com Guus Hiddink. O jogo ocorreu no Wembley Stadium com o placar final de Chelsea 2×1 Everton. Coincidentemente, o título da competição “salvou a temporada” do time de Stamford Bridge. Algo bem semelhante com o que ocorreu na temporada de Antonio Conte com o Chelsea. A equipe londrina sofreu o gol de Saha nos primeiros segundos de jogo, mas Drogba e Lampard (no segundo tempo) trataram de dar números finais ao decisivo embate.

Chelsea: Cech; Bosingwa, Alex, John Terry e Ashley Cole; Obi Mikel, Essien (Ballack), Frank Lampard e Malouda; Anelka e Didier Drogba
Técnico: Guus Hiddink

Everton: Howard; Hibbert (Jacobsen), Yobo, Lescott, Baines; Osman (Gosling), Phil Neville, Tim Cahill e Pienaar; Marouane Fellaini e Louis Saha (Vaughan)
Técnico: David Moyes

Feliz Aniversário, Di Matteo!

O gol de Saha na FA Cup 2009 foi marcado aos 25 segundos. A quebra de um recorde que pertencia a um jogador do Chelsea. Roberto Di Matteo. O italiano foi o responsável pelo gol na final da FA Cup 1997 contra o Middlesborough. O gol de Robbie foi aos 43 segundos de jogo, portanto, Saha quebrou a marca do atleta que futuramente seria o treinador dos Blues.

Roberto Di Matteo fez aniversário no último dia 29 de maio. Acredito que todos os torcedores do Chelsea são gratos ao Robbie. Afinal de contas, There’s Only One Di Matteo.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

A gente sabe que você também tem o sangue azul. Apoie o Chelsea Brasil e ajude a escrever a nossa história! Link direto para a campanha: https://goo.gl/6AAUzD.

Apoie o Chelsea Brasil

Category: Opinião

Tags:

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.