Se não for ‘agora’, vale domingo? Melhor garantir a sexta na sexta!

Sexta-feira, 12 de maio de 2017. Estádio The Hawthorns. Cidade: West Bromwich. Horário: 20h no relógio local (16h em Brasília). Adversário: o time da casa, que leva o próprio nome da região. Está tudo pronto e bem definido para o Chelsea armar a festa no salão o qual ele irá apenas como convidado. Um visitante que almeja tomar o protagonismo do anfitrião durante o evento, fazendo deste algo muito maior do que o inicialmente planejado.

Líderes absolutos da Premier League 2016/2017, os blues precisam somente de três pontos a mais na conta para faturarem o título do campeonato. Bônus que pode vir com uma sequência de igualdades ou – para simplificar a missão – pela façanha de uma vitória, restando três rodadas para o término da disputa.

Tudo indica que são enormes as chances deste triunfo acontecer no referido duelo, que é justamente o próximo, contra o atual oitavo colocado na tabela. Porém, se tudo (ou quase isso) der errado, ainda haverá duas maneiras de gritar “é campeão” neste fim de semana. E quem pode ajudar bastante para que isso se concretize é o Manchester United, do amplamente vencedor em Londres e ex-treinador azul, José Mourinho.

Havendo empate em West Bromwich, a taça do Inglesão irá para Stamford Bridge com antecedência se o mesmo resultado ocorrer em White Hart Lane ou graças a um triunfo do United no domingo.

Existe também a possibilidade de confirmação de titulo mesmo com os blues saindo do território inimigo sem ponto. Para tanto, é preciso que o Tottenham também perca para os diabos vermelhos. Um empate não seria mais suficiente. Isso porque, neste cenário de igualdade na capital, os Spurs ainda poderiam alcançar os rivais em pontuação e ultrapassar no saldo de gols, que é o primeiro critério de desempate.

É aí que surge a pergunta. Em um contexto drástico no jogo dos comandados de Antonio Conte, é melhor secar e abocanhar logo o caneco com a desgraça alheia dois dias depois ou esperar até a rodada seguinte, dia 21, diante do já rebaixado Sunderland, para ser campeão em casa e com as próprias forças?

A resposta depende de cada torcedor, da intensidade de suas rivalidades e da fome pelo alcance do troféu imediatamente. De qualquer modo, é recomendado dar uma sonora batida na madeira ao falar desse assunto. Bom mesmo será garantir a sexta (taça) na sexta (feira).

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Tags: