Por que tanto sofrimento?

O Chelsea vinha de duas derrotas seguida pela Premier League. Dois reveses incomuns para times aspirantes ao título. Eis que chega mais um noite de UEFA Champions League, torneio na qual a campanha é segura mesmo num dos grupos mais complicados.

Com a gratificante volta de Morata, os Blues ganharam potência no ataque, e dominaram o jogo. Exploraram as falhas da defesa da Roma mas acabaram sofrendo do mesmo veneno. Todos os três gols que viraram o jogo para os italianos poderiam ter sido evitados.

Gol de David Luiz abriu o placar logo no início da partida (Foto: Chelsea FC)

Mais uma vez o Chelsea sofre com sua defesa e dá emoção ao Grupo C. Uma vitória em Stamford Bridge praticamente garantia a classificação, evitando maiores desgastes em um momento da temporada com jogos cada vez mais próximos.

Para não ser totalmente pessimista, é importante dizer que a situação ainda é confortável. São dois pontos de vantagem na liderança do grupo, sendo que mais quatro já podem selar a classificação. Entretanto, o choque de realidade é necessário. Jogos internacionais demandam a mesma ou até maior atenção que os domésticos. As falhas de marcação podem comprometer pontos importantes.

Category: Opinião

Tags:

Article by: Lucas Sanches