Pode soltar o grito da garganta: É CAMPEÃO SIM!

A vitória de hoje sobre o Middlesbrough ainda não garantiu matematicamente o título da Premier League para o Chelsea. No entanto, quem precisa da matemática nessas horas? É campeão sim. Sete pontos de vantagem no topo da tabela com três jogos restantes, sendo dois deles em Stamford Bridge e precisando de apenas um triunfo. Agora nem o mais pessimista dos torcedores (eu posso ser um desses) diz o contrário.

Mesmo sem o ‘Jogador do Ano’ para jogadores e imprensa, nosso querido N’Golo Kanté, o Chelsea não precisou sequer correr para bater o rebaixado Boro. Houve um ponto na partida em que eram 18 chances de gol dos Blues contra apenas duas dos visitantes. Foi um verdadeiro massacre.

“Cesc Fàbregas is magic, he wears a magic hat” canta a torcida, com toda razão. Substituindo o francês, ele foi simplesmente brilhante, um verdadeiro mágico. Não é à toa que é o segundo maior assistente de toda a história da Premier League, sendo superado apenas por Ryan Giggs.

Diego Costa foi oportunista como sempre. Embora o torcedor peça sua saída constantemente, ninguém se lembra do que ele fez principalmente na primeira metade da temporada. Naquela sequência de 13 vitórias consecutivas, nove gols foram anotados por ele. E nesta segunda, ele alcançou a marca dos 20, assinando como foi fundamental durante a campanha.

Marcos Alonso, o grande coringa de Antonio Conte apareceu de novo. Eu acho inadmissível o fato de ele não ser convocado para a seleção espanhola pelo treinador Julen Lopetegui. Segura as pontas na defesa, se lança bem ao ataque e é um exímio batedor de faltas (abre o olho Willian!).

Por fim, apesar de Eden Hazard não ter participação direta em nenhum dos gols, ele teve boa atuação. Se movimentou, buscou o jogo, driblou (sua principal artimanha). Até saiu mais cedo para dar lugar à Willian, com o jogo já resolvido.

O jogo desta segunda foi em apenas noventa minutos o resumo do que foi o Chelsea na temporada. Um time merecedor de cada ponto que conquistou, sempre aguerrido, um trem imparável. Pode soltar o grito da garganta torcedor! É CAMPEÃO SIM! Só resta saber se será sexta-feira ou mais adiante.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Comentários

Category: Opinião

Tags: