pjanic-roma4-mnh3ii5cp6f5r7vf35se6oqhh1z2vj3uphk22hde5k

Opinião: Pjanic é especulação bem-vinda

Os periódicos ingleses, além de notícias vindas da Itália, revelam que um dos principais pedidos do treinador Antonio Conte para a próxima temporada é o bósnio Miralem Pjanic, meio-campista de grande talento da Roma. Quem mais recentemente relatou o interesse dos Blues no camisa 15 Giallorossi foi o Sky Sports.

Neste momento, o nome do jogador pode causar certa dúvida entre os torcedores, mas trata-se de um nome que vem mantendo regularidade e jogando futebol bonito nas últimas temporadas.

Desde que chegou à Roma, na temporada 2011-2012, vindo do Lyon, o meio-campo habilidoso e dotado de visão de jogo extraordinária registra números muito sólidos. Além disso, chegaria para ocupar um setor que hoje mostra carência, com Oscar mostrando forma muito abaixo do desejável – a despeito de uma boa atuação contra o fraco Aston Villa – e Cesc Fàbregas perdendo qualidade quando atua em função mais ofensiva.

Como se já não fosse suficiente, as figuras jovens do clube capazes de atuar pelo setor – peças como Mario Pasalic, Lucas Piazón ou Danilo Pantic – ainda não mostram o bom nível registrado em outros setores, sobretudo na defesa, considerando peças como Nathan Aké e Andreas Christensen, que clamam por oportunidades há mais tempo.

Alguns poderiam pensar que a possível vinda o jogador pode diminuir o espaço de Ruben Loftus-Cheek, mas, a meu ver, isso não ocorrerá, uma vez que suas características são muito distintas, havendo espaço para ambos, até mesmo em razão da provável saída de John Obi Mikel.

Aos 26 anos, cinco deles dedicados ao clube da capital italiana, Pjanic disputou 180 partidas, marcou 29 vezes e construiu 44 assistências. Nesta temporada, em específico, em 36 jogos, participou de 22 gols, com 11 tentos e 11 assistências. A evolução de seu valor de mercado estimada pelo site Transfermarkt, mostra que nos últimos anos o jogador, de fato, cresceu sobremaneira, em evolução que praticamente não teve baixos.

Além disso, suas características poderiam de fato agregar grande valor ao elenco que Conte terá à disposição. Pjanic pode atuar como meia central ou camisa 10, passa com maestria a bola, é perigosíssimo nas cobranças de faltas – tanto quanto Willian – e é também habilidoso. Talvez por jogar na Roma e viver anos em que o futebol italiano praticamente só é lembrado pelos êxitos da Juventus, não se ouça tanto acerca de seus prodígios.

O nome do bósnio tem ganhado força nos bastidores do Chelsea e sua eventual chegada não causaria espanto. Com a possível negociação de Oscar, que também vem sendo tema das páginas dos jornais europeus, o investimento no jogador romanista seria suavizado e não traria tanto impacto aos cofres londrinos. Segundo a imprensa, o meia teria cláusula de rescisão de £30 milhões.

Em tempos em que o futuro do clube é posto em debate, ao menos em minha opinião, especular o nome de Miralem Pjanic é bola dentro da criticada direção do clube londrino.

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Compartilhe

Comments

Category: Opinião

Tags: