John Obi Mikel

O inesquecível Mikel (John Obi Mikel)

Em primeiro lugar, é praticamente impossível quem se declara torcedor do Chelsea, não saber quem foi John Obi MikelNão por jogar durante dez longos anos no Chelsea.  Não por ter feito apenas seis gols pelo clube. Não por ter jogado 249 jogos. Mas, sobretudo o Inesquecível Mikel, em todos os jogos em que vestiu a camisa do Chelsea, mostrou toda sua determinação em campo, mesmo não sendo um craque (no meio de tantos), sempre honrou a camisa 12 do Maior de Londres.

O inesquecível Mikel

John Michael Nchekwube Obinna nasceu na cidade de Joz, na Nigéria em 22/04/87. Em 1999, conseguiu ser escolhido entre mais de 3.000 jovens para jogar o Pepsi Football Academy. Consequentemente, Mikel começou a se destacou também entre os escolhidos, e foi convidado para treinar no clube da Nigéria chamado Plateau United.

Como resultado, foi convocado para disputar o Campeonato Mundial de Futebol sub-17 de 2003, onde se destacou no meio-de-campo.  Jogou os três jogos da primeira fase (empate com a Costa Rica por 1×1; Vitória contra a Austrália por 2×1 e derrota para a Argentina por 1×0), consequentemente sendo desclassificado na primeira fase.

No dia 1o. de outubro de 2004, assinou seu primeiro contrato profissional com o FK Lyn, que, na época, disputava a primeira divisão da Noruega.

Manchester United

Sendo destaque em sua primeira temporada pelo Campeonato Norueguês, Mikel assinou contrato com o Manchester. O problema foi que o Manchester conversou diretamente com o jogador, sem falar com seu agente ou com o próprio clube. Após a controvérsia, o Lyn rescindiu o contrato de Mikel. Além disso, estipolou um acordo com representantes do United no valor de £ 4 milhões.

Chelsea

Porém, o Chelsea atravessou o rival de Manchester, e fez um acordo com o próprio Mikel e seus agentes. O problema é que, consequentemente,  Mikel já havia posado para as fotos com a camisa do próprio Manchester.

Com a celeuma plantada, o Manchester United fez uma reclamação formal especialmente relevante à FIFA. Como resultado, o Chelsea resolveu chegar a um acordo, pagando £ 12 milhões para o Mancheter , £ 4 milhões para o Lyn e £ 2 milhões para seus agentes. Portanto Mikel chegou ao Chelsea por £ 18 milhões para a temporada 2006/07, sendo a segunda contratação mais cara do Chelsea. Neste ano, o Chelsea quebrou o recorde de contratação: Andry Shevchenko, por £ 39 milhões.

Inesquecível Mikel
John Obi Mikel ao ser apresentado no Chelsea

Os Gols

Mikel fez um total de seis gols pelo Chelsea:

  • O primeiro gol de John Obi Mikel, se deu contra o Macclesfield Town, pela FA Cup 2006-2007;
  • O segundo, também pela FA Cup 2006-2007, contra o Nottingham Forest;
  • O terceiro, agora pela Premier League 2013-2014 contra o Fulham,;
  • O quarto contra o Derby County, também pela FA Cup 2013-2014.
  • O quinto, pela Champions League de 2014-2015 contra o Sporting;
  • E o último contra o PSG, também pela Champions League, porém, pela temporada  de 2015-2016.

O fim de uma era

Finalmente, no dia 6 de Janeiro de 2017, Mikel se transferiu sem custos para outra equipe, o Tianjin TEDA, mesmo tendo mais seis meses de contrato com o Chelsea. Pode soar estranho, mas mesmo sendo muitas vezes criticado pelo seu futebol, Mikel foi contratado por José Mourinho e não foi vendido por: Avran Grant, Scolari, Guus Hiddink, Ancelotti, Villas-Boas, Di Mateo, Rafa Benitez, novamente Mourinho, novamente Guss Hiddink – um total de nove técnicos.

Copa do mundo

Sobretudo, poderemos ver como anda o futebol de Mikel na Copa do Mundo da Rússia.  Pois, é essencialmente relevante, que ele estará nos campos nos dias 16 (Croácia), 22 (Islândia) e no dia 26 (Argentina).

#GoBlues

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

A gente sabe que você também tem o sangue azul. Apoie o Chelsea Brasil e ajude a escrever a nossa história! Link direto para a campanha: https://goo.gl/6AAUzD.

Apoie o Chelsea Brasil

Category: Opinião

Tags:

Article by: Dalton Gerth

Torcedor do Chelsea desde a época em que Vialli era técnico E jogador, advogado e estudante de licenciatura em Matemática.