Não precisamos provar nada a ninguém

Uma vitória para reerguer o moral do time e mostrar novamente aos críticos de plantão que o líder da Premier League tem uma vantagem de SETE pontos contra o segundo colocado. Esse foi o significado do 3×1 contra o Bornemouth, fora de casa.

A vitória não foi fácil, apesar do placar confortável. O Chelsea se viu diante de um adversário aguerrido, jogando com o apoio de sua torcida e responsável por tirar pontos de outros rivais ao longo da temporada. Mais uma vez os comandados de Antonio Conte deram uma mostra da capacidade para controlar a partida e se impor quando preciso. E assim o placar foi feito.

Foi um resultado para “calar” muitos fanfarrões os quais afirmavam que o Chelsea jogava com a pressão de não ser alcançado pelo Tottenham Hotspurs, vice-lider. Oras, amigos e amigas do Chelsea Brasil quem precisa jogar contra a pressão são eles, não nós.

Chelsea depende apenas de si para conquistar mais um título da Premier League (Foto: Getty Images)

É o Chelsea que tem sete pontos de vantagem. É o Chelsea que caminha a passos largos para o título. É o Chelsea que foi vencendo partidas e se mostrando a equipe mais preparada para conquistar o campeonato. Não precisamos tirar pressão alguma, pelo contrário: dependemos apenas de nós mesmos.

Diferentemente do que alguns comentários afirmavam no final de semana: daqui para frente quem precisa controlar a pressão são nossos rivais londrinos. Afinal, um deslize deles pode representar nossa consagração na temporada. E mesmo que o Chelsea derrape, a “gordura” acumulada ainda poderá ser queimada.

O título não está definido ainda, mas o Chelsea não precisa provar nada ao Tottenham, ao Liverpool, ao Manchester United, Arsenal ou qualquer outro adversário. Os números falam por si só, a campanha já resume tudo o que essa equipe conquistou até agora. Agora são “meros detalhes” para a consagração.

As palavras neste texto condizem com a opinião da autora, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Category: Opinião

Article by: Maria Akemi