Morata já conseguiu calar os críticos?

Em 19 de julho, o centroavante Álvaro Morata foi contratado pelo Chelsea por um valor de 80 milhões de euros, vindo do Real Madrid. O jovem começou sua carreira no Madrid, passou as temporadas 14/15 e 15/16 na Juventus e voltou ao Real na última temporada. O currículo em dois clubes gigantes não foi suficiente para que os torcedores ficassem satisfeitos com sua contratação, principalmente porque seria o nome que substituiria Diego Costa, que já sabia que não continuaria nos Blues.

Muito da desconfiança em Morata se dava pois ele nunca foi titular absoluto tanto em Madrid quanto em Turim. Em Londres, ele se tornaria o titular da posição, mas nunca mostrou números ruins – na última temporada, marcou 20 gols em 43 jogos, a maioria deles em jogos como foi titular durante a campanha do título da La Liga.

Morata fez seu primeiro jogo oficial na Community Shield, e perdeu um pênalti que fez muitos torcedores ainda ficarem com um pé atrás, mas era claro que o espanhol estava atrás na questão física. Até por isso, Michy Batshuayi era inicialmente o titular no ataque do Chelsea, mas nos primeiros jogos ficou claro de que ele poderia acrescentar muito ao elenco, como na estreia na Premier League. Em um jogo perdido, o atacante entrou faltando 30 minutos e quase conseguiu mudar o panorama do jogo, e nos últimos jogos, seja o Hat-Trick contra o Stoke fora de casa ou no jogo contra o Atlético de Madrid pela Champions.

O espanhol comemorando seu gol (Foto: Chelsea FC)

Atualmente, Morata tem sete gols e duas assistências em oito jogos com a camisa azul – na Premier League, o atacante está empatado com Lukaku e Aguero na artilharia, com seis gols. No elenco, o único jogador que possui bons números de gols é o também centroavante Batshuayi (com cinco gols), jogador que está voltando a ter os bons números que o fez ser contratado na temporada passada.

Se continuar com essa projeção, o espanhol deve passar o número de 22 gols marcados por Diego Costa ano passado – o ex-jogador do Chelsea precisou de 42 jogos para marcar este número de gols, e Morata pode conseguir, com 25 jogos, bater essa marca por jogar mais vezes na temporada.

Na seleção espanhola, os dois jogadores também devem brigar pela vaga de titular no ataque. Na última convocação, o técnico Julen Lopetegui teve de convocar o veterano David Villa pois Diego Costa não havia nem treinado na temporada, e deve isso acontecer novamente na última rodada de classificação para a Copa, pois o atual jogador do Atlético de Madrid só poderá assinar pelo clube espanhol em janeiro de 2018. Os números dos dois na seleção são interessantes: o ex-jogador do Chelsea em 16 jogos possui seis gols, já o atual possui 22 jogos e 12 gols.

Há de esperar o que Morata ainda fará pelo Chelsea – contratado por 80 milhões, o atacante vem dando conta do alto valor investido. Claro que precisa mostrar muito ainda, principalmente para substituir um jogador como Diego Costa, que ganhou duas Premier League pelo clube azul, o próximo desafio do espanhol é pela Premier League sábado (30), contra o Manchester City em Stamford Bridge.

As palavras neste texto condizem com a opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil.

Leonardo Luti

Estudante de jornalismo do UniBH/MG, passou por sites de menor conhecimento, possuiu um blog para falar sobre a Caldense/MG. Torcedor do Chelsea desde 2004 por conta do grande ídolo John Terry.