Jogos contra o Liverpool são jogos especiais

O próximo jogo será contra o Liverpool, um jogo de seis pontos e vital para as pretensões do campeonato. É o típico jogo que uma vitória significa mais do que três pontos regulamentares, acarreta em uma momentânea redenção de um elenco crucificado por parte dos torcedores e pela mídia local. Recoloca o Chelsea na disputa da vaga para a Champions League e tem como consequência o estreitamento dos laços de um grupo que, aparentemente, não apresenta vaidades. Assim sendo, significa muito.

Toda vez que Chelsea e Liverpool se enfrentam, eu recordo da final da Copa da Inglaterra de 2012. A equipe londrina venceu o embate por 2 a 1, sem deixar margem para equívocos ou percalços. Por sinal, esse jogo ocorreu no dia 5 de maio de 2012, seis anos atrás. O jogo marcou a 11ª final de competição dos Blues: seis vitórias e quatro derrotas na Copa. Dessa forma, a campanha do Chelsea na FA Cup era especial, afinal, a equipe treinada – na decisão – por Roberto Di Matteo venceu dois dérbis londrinos para chegar na decisão. O Queens Park Rangers na fase de quartas de final e o Tottenham na semifinal.

Inicialmente, antes de falar do Chelsea, vocês precisam recordar que o goleiro reserva do Liverpool na referida partida era o brasileiro Doni. Sim, o goleiro Doni. Ex-Cruzeiro, Corinthians, Botafogo de Ribeirão Preto, Roma, Juventude e Liverpool. Ele mesmo, Doni. O titular era Pepe Reina.

O time

Faz-se necessária a exposição de peça por peça do Chelsea neste jogo. Petr Cech; José Bosingwa, Branislav, Terry e Cole eram os componentes defensivos. O setor do meio-campo atuou com John Obi Mikel, Lampard, Ramires e Juan Manuel Mata. Kalou e Drogba eram, respectivamente, atacante e centroavante do time da Fulham Road. Um 4-2-3-1 forte, sólido e consistente.

Além disso, Sturridge, Ferreira, Essien, Meireles, Malouda, Torres e Turnbull foram os suplentes. Sinceramente, a memória me traiu no último nome e confesso da necessidade de procurar quem era o goleiro reserva na ocasião. Como torcedor, eu estava muito inseguro para o embate, principalmente pela falta de David Luiz e Gary Cahill. Como consta na lista acima, a equipe do Chelsea não tinha zagueiros na reserva. Salvo engano, o Liverpool também tinha uma dupla de meio-campistas ausentes na final da FA Cup: Lucas Leiva e Charlie Adam.

A história

Foi a primeira final entre Chelsea e Liverpool na competição. As equipes tinham se encontrado na semifinal da Copa da Inglaterra, mas nunca na decisão. Sobre antigos encontros e ainda sobre torneios domésticos, as duas equipes também se encontraram na Copa da Liga Inglesa de 2005. Vocês lembram? 3 a 2 para o Chelsea, partida disputada no Millenium Stadium, em Cardiff. Histórico.

Bem como três dias depois da vitória do Chelsea contra Liverpool na Copa da Inglaterra – agora voltando para a temporada 2011/2012 – as equipes se encontraram na Premier League. Um placar de 4 a 1 para o time de Merseyside. De um lado, o Liverpool encerraria a EPL na oitava colocação, assim como o Chelsea terminaria na sexta posição, mas ninguém se lembra disso. Naquele ano e naquela temporada, em virtude do título da Champions League, a campanha medíocre do Chelsea no torneio nacional foi encoberta pela glória europeia. E convenhamos. Ainda bem, não é?

Opinião

Portanto, vocês podem imaginar que Liverpool e Chelsea seja uma partida da famosa lista de jogos que “não podemos perder” Pelo menos aos meus olhos. Desde a visão estética com as equipes com uniformes todos de uma cor predominante.Até o fato das partidas serem caracterizadas por luta e entrega dentro das quatro linhas.

Sendo assim, são habituais os relatos de pessoas que gostam deste embate por causa de episódios específicos, tais como o capítulo Demba Ba e Gerrard ou pelo ocorrido com Luís Garcia, na Liga dos Campeões. Pessoalmente, observo como um duelo charmoso e protagonizado por times grandes.

E você? Qual é a sua memória sobre Chelsea x Liverpool?

As palavras contidas nessa reportagem condizem à opinião do autor, não tendo qualquer relação com o Chelsea Brasil

Category: Opinião

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Article by: João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.